Campos Gerais tem potencial para atividades de cicloturismo

19 de outubro de 2020 às 09:26

Foto: AENPR

O Parque Vila Velha, situado em Ponta Grossa, foi o local escolhido para dar início a uma rota de cicloturismo na região dos Campos Gerais. O tema é discutido pelo empresário e fundador do Lobi Cicloturismo, Ivan Mendes, e foi apresentado neste sábado (17) ao secretário estadual do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes.

Os ciclistas fizeram o percurso de 22 km pelos principais atrativos do Parque, uma pedalada de cerca de duas horas de duração. Outras rotas são estudadas pelos ciclistas para serem exploradas na região dos Campos Gerais. A mais longa tem cerca de 380 km.

O Parque Vila Velha foi escolhido para a primeira rota pela estrutura existente, além da vista privilegiada dos atrativos naturais. Partindo do Centro de Visitantes em cima da “magrela”, os ciclistas pedalaram rumo à Lagoa Dourada, depois visita as Furnas e finaliza o trajeto nos Arenitos.

Em cada atrativo, o cicloturista encontra um bike parking adequado para poder curtir cada lugar no seu tempo. Todo o circuito é sinalizado para que o visitante possa aproveitar ao máximo o passeio.

Desde fevereiro deste ano, o parque tem gestão compartilhada do Estado com a Soul Vila Velha, uma empresa da Soul Parques. O grupo oferta serviços de apoio à visitação, turismo sustentável e recreação. A gestão ambiental segue de responsabilidade do Governo.

Márcio Nunes lembra que o local já recebeu diversas melhorias para receber os turistas. “Com a Concessão à iniciativa privada, Vila Velha se torna uma referência nacional ao turismo. Vários atrativos já foram lançados como tirolesa, arvorismo e balão, entre outras. Agora o cicloturismo surge em um momento histórico para o Paraná”, afirmou.

O projeto de implantar o cicloturismo no Paraná prevê a atração de turistas de todo o Brasil. A ideia é promover o desenvolvimento do Estado com capacitação de profissionais para recepcionar os turistas em hotéis, pousadas e restaurantes, promovendo a geração de renda aos paranaenses.

BENEFÍCIOS – Pedalar auxilia na diminuição da emissão de gases poluentes, na melhoria da qualidade de vida com o estímulo e promoção de atividades ecológicas, turísticas e de lazer com a bicicleta; além da promoção do desenvolvimento sustentável.

Os benefícios do uso das bicicletas foram discutidos no Paraná durante este ano, após a Lei Estadual nº 20.146, de março de 2020, que instituiu a “Política de Mobilidade Sustentável e Incentivo ao Uso da Bicicleta”, além de promover alterações na Lei nº 18.780, de 2016.

Os objetivos foram ampliados e reformulados, passando a constar, dentre eles, diminuir a emissão de gases poluentes,  melhorar a qualidade de vida da população, estimulando e promovendo a realização de atividades ecológicas, turísticas e de lazer com a bicicleta; estimular e  apoiar à cooperação entre municípios para a junção de rotas intermunicipais, visando o turismo e o lazer;  promover o desenvolvimento sustentável com a mitigação dos custos ambientais.

“A ideia de promover o cicloturismo nos parques estaduais e nos Campos Gerais é fazer com o que o turista fique na região consumindo e conhecendo os pontos turísticos”, disse o ciclista Ivan Mendes.

MOBILIDADE URBANA – Usar a bicicleta como meio de transporte urbano também se tornou uma opção, ainda mais viável com a pandemia. “A doença colaborou muito para que a bicicleta saísse das casas, prédios e garagens e ocupasse as ruas. Além de ser um meio de transporte sustentável, não poluente, é bom para a saúde dos que a utilizam”, afirmou o diretor de políticas ambientais da Secretaria, Rasca Rodrigues.

Em 2012, a Lei nº 17.385 instituiu setembro como o “Mês da Bicicleta” no Paraná, criando uma agenda durante todo o mês para a discussão e reflexão sobre políticas públicas voltadas ao tema.

O objetivo é mobilizar toda a sociedade em ações e campanhas que esclareçam e incentivem o uso da bicicleta como meio de transporte eficiente e sustentável.

Fonte: AENPR

Prudentópolis
24º
Tempo limpo
Ponta Grossa
23º
Tempo limpo
Guarapuava
23º
Tempo limpo
Curitiba
23º
Tempo limpo
Londrina
26º
Tempo limpo
União da Vitória
25º
Tempo limpo
  • É com pesar que a Funerária São João e o plano UNIPAZ comunicam o falecimento do Sr. João Grescyczyn. Ocorrido hoje, aos 89 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e o plano UNIPAZ comunicam o falecimento da Sra. Leci Fernandes Marins. Ocorrido hoje, aos 62 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e o plano UNIPAZ comunicam o falecimento da Sr. Januário Mazur. Ocorrido ontem, aos 48 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e Plano o UNIPAZ, comunicam o falecimento do Jovem Idinei Ribeiro, aos 31 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat comunica o falecimento do Sr Metodio Kuchla aos 68 anos.
  • É com pesar que a Funerária São João comunica o falecimento da Sra. Eugenia Senkiu aos 59 anos.
  • Governo libera R$ 45,1 milhões para 10 cidades no programa Asfalto Novo, Vida Nova
  • Familiares pedem ajuda para população para conseguir informação sobre o jovem que está desaparecido
  • Prefeitura de Prudentópolis informa interdição de trajeto até Jaciaba.
  • Lottopar concede na Bolsa de Valores operação de mais quatro modalidades
  • Serviços crescem 5,6% no 1º quadrimestre de 2024 no Paraná; turismo avança 5,3%
  • Criada pelo IDR-Paraná, Rota das Lavandas completa 2 anos e atrai mais de 150 mil visitantes