Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Estado reforça o reflorestamento com plantio de 46 mil mudas de araucária

28 de outubro de 2020 às 09:28
Iniciativa é do Governo do Estado e faz parte do programa Paraná mais Verde. Plantio teve início nesta terça-feira (27) em diversas cidades, cobrindo 367 hectares - equivalente a 367 campos de futebol. Mudas são dos viveiros do Instituto Água e Terra.

Foto: Ari Dias/AEN

O Governo do Estado iniciou nesta terça-feira, em diversos municípios, o plantio de mais de 46 mil mudas de araucária, árvore símbolo do Paraná. Mais de 367 hectares estão sendo reflorestados, espaço equivalente a 367 campos de futebol.

A ação faz parte do programa Paraná Mais Verde, desenvolvido pela Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e Turismo. A meta do programa é plantar cerca de 3 milhões de mudas nativas de todas as espécies até o final deste ano e 10 milhões de mudas ao longo dos próximos anos. As mudas são produzidas nos 19 viveiros do Instituto Água e Terra (IAT), órgão vinculado à Secretaria

O secretário Márcio Nunes participou do plantio de 100 mudas na Casa da Cultura da Água, Área de Preservação Ambiental (APA) da Sanepar, em Piraquara (RMC), e fez um apelo à população em favor da preservação do meio ambiente como forma de minimizar os impactos provocados pelo desequilíbrio.

“A preservação é imprescindível para que tenhamos uma vida melhor. Estamos vivendo a maior crise climática dos últimos 100 anos, com falta de água em grandes centros e na agropecuária. Portanto, precisamos equilibrar a natureza com o plantio de árvores, a preservação dos rios e da vida humana”, disse Nunes.

A Casa da Cultura da Água, da Sanepar, é um espaço onde a Companhia desenvolve ações de preservação para a prática de pesquisa, monitoramento e educação ambiental.

O diretor de meio ambiente da Sanepar Julio Gonchorosky, destacou a relação direta entre a floresta, a água e as pessoas. “Se não tiver floresta, não tem água e sem água não se pode ter boa qualidade de vida. Ações de reflorestamento são essenciais para manter as represas e os mananciais, a fim de garantir água para o futuro”, disse.

VIVEIROS – Os 19 viveiros do Instituto Água e Terra produzem, por ano, cerca de 3 milhões de mudas de 80 espécies nativas e 150 mil mudas de Araucária – espécie ameaçada de extinção atualmente.

“Temos centenas de pessoas trabalhando no preparo dessas mudas. Quanto mais preparada ela estiver para ser recebida pelo solo, maior são as chances de ela se desenvolver e atingir a maturidade com capacidade para dar frutos e servir de alimento para a população e os animais”, destacou o diretor presidente do IAT, Everton Souza.

O trabalho nos viveiros começa na busca da semente da árvore nativa, que passa por tratamento, para ser distribuída para o plantio. É possível solicitar mudas através do link www.sga.pr.gov.br.

ARAUCÁRIA  Araucaria angustifolia, também conhecida como araucária e pinheiro-do-paraná, é a árvore símbolo do Paraná. Seu nome vem do latim e significa folha pontuda.

O diretor de Patrimônio Natural do IAT, Rafael Andreguetto, lembra que são árvores que vivem por muito tempo, chegando até a 250 anos da idade.

“Além de ser o símbolo da história do Paraná, a Araucária representa a biodiversidade do Estado. Ela é o indicador de que temos áreas bem conservadas, com biodiversidade rica, garantindo, inclusive, alimentos para a fauna”, disse.

O diretor de Políticas Ambientais da Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Rasca Rodrigues, ressaltou que o plantio de mudas nativas acontece rotineiramente em todo o Estado. “O IAT protege, conserva e produz Araucária porque além de ser símbolo do Estado, é importante para a alimentação de muitos animais como o tucano e a cutia”, destacou.

Sua semente, o pinhão, serve de alimento também para a gralha-amarela, a gralha-azul e outras aves.

O pinhão é bastante apreciado na culinária estadual e a madeira da Araucária é resistente – já foi muito explorada para a construção de casas e móveis.

A árvore ocorre na Floresta com Araucária, também conhecida como Floresta Ombrófila Mista, que se encontra na região centro-sul do Paraná.

PLANTIO – As 46 mil mudas de araucária serão plantadas em 12 regiões do Estado. Em comemoração ao Dia da Árvore, no dia 21 de setembro de 2020, foram distribuídas 11.380 mudas da árvore símbolo do Paraná, em uma ação que promoveu o plantio de mais de 550 mil mudas de espécies nativas.

Confira quantas mudas de araucária serão plantadas ao longo dos próximos dias:

Curitiba – 3.160 mudas (1,12 hectares)

Ponta Grossa – 4.000 mudas (6 hectares)

Guarapuava – 5.000 mudas (7,42 hectares)

Irati – 4.500 mudas (35,35 hectares)

Pitanga – 1.015 mudas (0,3605 hectares)

Campo Mourão – 2.600 mudas (0,96 hectares)

Pato Branco – 3.650 mudas (152 hectares)

Francisco Beltrão – 5.959 mudas (7,37 hectares)

Toledo – 1.200 mudas (10,45 hectares)

Cascavel – 2.500 mudas (113,63 hectares)

Ivaiporã – 3.300 mudas (19,63 hectares)

União da Vitória – 10.010 mudas (13 hectares)

Fonte: AENPR