Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Paraná Clube demite Allan Aal e diretor de futebol após derrota para o Cruzeiro

2 de novembro de 2020 às 10:33
Tricolor informou que o desligamento de Allan Aal e do diretor Alex Brasil foram em comum acordo neste domingo. Técnico deixa a equipe na 6ª posição da Série B, com 28 pontos

Foto: Carlos Pereyra/Foto Arena/Estadão Conteúdo

O técnico Allan Aal foi demitido do Paraná Clube na noite deste domingo, um dia após a derrota para o Cruzeiro por 2 a 0, fora de casa, pela 19ª rodada da Série B do Brasileiro. Junto com ele, o clube também decidiu pela saída do diretor de futebol, Alex Brasil.

O Tricolor ainda não informou quem assume a equipe contra o Confiança, na próxima para sexta-feira, às 21h30, na Vila Capanema, pela primeira rodada do returno.

Allan deixa o Tricolor na sexta posição na Série B, com 28 pontos, a três do G-4. A equipe precisa agora, de 12 vitórias (ou 11 vitórias e dois empates) para alcançar o número mágico do acesso à Série A do Brasileirão. O time conquistou apenas uma vitória (4 a 0 sobre o lanterna Oeste) nos últimos nove jogos.

O treinador deixa o cargo após 36 jogos, com 12 vitórias, dez empates e 14 derrotas, com um aproveitamento de 42,5%.

Allan Aal foi anunciado pelo Paraná no dia 7 de janeiro e substituiu Matheus Costa, que não teve seu contrato renovado após a sexta colocação na Série B de 2019. Ele era auxiliar técnico do clube na temporada passada.

No comando do Tricolor, o treinador ficou apenas em oitavo na primeira fase do Campeonato Paranaense e acabou eliminado pelo Coritiba nas quartas de final. Já na Copa do Brasil, após passar pelo Palmas-TO e no sufoco pelo Bahia de Feira, a equipe deu adeus à competição na terceira fase contra o Botafogo.

Allan Aal construiu praticamente toda a carreira de técnico ou auxiliar no futebol paranaense. Ele trabalhou em Rio Branco-PR, Coritiba, Foz do Iguaçu e Cascavel CR, além dos paulistas Portuguesa e Nacional-SP. Allan Rodrigo Aal tem 41 anos e é natural de Paranaguá. Antes de pendurar as chuteiras, como zagueiro, ele teve passagem por clubes como Coritiba, Botafogo, Londrina e Rio Branco-PR.

Fonte: GEPR