Operação da PF cumpre 39 mandados em três estados e mira quadrilha suspeita de tráfico internacional de drogas

4 de novembro de 2020 às 07:55

Foto: Divulgação/PF

Trinta e nove mandados judiciais, sendo nove de prisão preventiva, dois de prisão temporária e 28 de busca e apreensão, estão sendo cumpridos pela Polícia Federal (PF), na manhã desta quarta-feira (4), em uma operação contra uma quadrilha suspeita de enviar cocaína para a Europa.

A ordens judiciais estão sendo cumpridas em Curitiba, Paranaguá, Matinhos e Campo Largo, no Paraná, e na capital, Santos, Santo André, Peruíbe, Atibaia, em São Paulo, e em Itapema, Balneário Camboriú, Itajaí, Camboriú e Urubici, em Santa Catarina.

A operação foi batizada de Narcobroker e investiga os crime de lavagem de dinheiro e tráfico internacional de drogas.

Um dos mandados de busca é cumprido no Porto de Paranaguá, no litoral do Paraná, onde já foram apreendidos 240 quilos de cocaína anteriormente durante as investigações.

A casa do homem suspeito de ser o chefe da quadrilha, que fica em Santa Felicidade, em Curitiba, foi avaliada em R$ 6 milhões e é alvo de sequestro determinado pela Justiça Federal, segundo a PF.

De acordo com as investigações, também há ordens para o sequestro de mais de R$ 40 milhões em bens do narcotráfico divididos em dezenas de imóveis e veículos de luxo.

A Justiça Federal em Curitiba determinou ainda o bloqueio de contas de 68 pessoas físicas e jurídicas que, segundo as investigações, tiveram movimentação suspeita de aproximadamente 1 bilhão de reais entre os anos de 2018 a 2020. Entre as pessoas jurídicas estão três empresas que eram utilizadas pela quadrilha para lavagem de dinheiro.

Investigação

As investigações começaram em 2019 e apontam que os integrantes da organização criminosa utilizavam empresas fantasmas e de fachada para comprar mercadorias de origem orgânica para dificultar a atuação dos órgãos de fiscalização e segurança.

“Tais mercadorias eram acondicionadas em contêineres que também ocultavam centenas de quilos de cocaína que eram enviados à Europa”, disse a PF.

Desde o início das investigações, foram apreendidos 240 quilos de cocaína no Porto de Paranaguá, no litoral do Paraná.

Além disso, a Justiça Federal também expediu o mandado de prisão preventiva contra um brasileiro que se passava por empresário na Espanha mas, na realidade, tratava-se de um suspeito entre as organizações criminosas brasileiras e europeias. Ele é suspeito de receber a droga que vinha escondida em meio à carga lícita que era enviada.

Fonte: G1PR
Prudentópolis
19º
Tempo limpo
Ponta Grossa
19º
Tempo limpo
Guarapuava
22º
Tempo limpo
Curitiba
25º
Tempo limpo
Londrina
28º
Parcialmente nublado
União da Vitória
18º
Tempo limpo
  • É com pesar que e a Funerária Anjo Gabriel comunica o falecimento do Sr Abel Zaias aos 70 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária Anjo Gabriel comunica o falecimento da Sra Izaide Josefa Gonçalves aos 84 anos de idade
  • É com pesar que Comunicamos  o falecimento da Sra Sophia Horbus, mãe do Padre Dionísio, nosso pároco!
  • É com pesar que e a Anjo Gabriel comunica o falecimento do Sr Carmelino Souza aos 70 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat comunica o falecimento do Sr Salvador Szawczuk aos 77 anos de idade
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat comunica o falecimento do Sr Severo Czekalski aos 46 anos de idade vitima de acidente
  • Solenidade de formatura alusiva a tiradentes no 16⁰ BPM
  • Moradora de Prudentópolis cai em golpe virtual e perde cerca de quinze mil reais
  • Mais de 930 mil alunos da rede estadual fazem a Prova Paraná a partir de segunda-feira
  • Provas do concurso para perito criminal serão realizadas domingo em três cidades
  • 4ª parcela do IPVA de veículos com final de placa 5 e 6 vence nesta sexta-feira
  • Professoras da rede estadual transformam experiências de vida em livros infantis