Ponta Grossa e Pitanga plantam mais de 2,1 mil mudas de árvores nativas

27 de novembro de 2020 às 15:52

Pelo Programa Paraná Mais Verde, do Governo do Estado, os Escritórios Regionais do Instituto Água e Terra (IAT) de Pitanga e Ponta Grossa, promoveram, nesta semana, o plantio de mais de 2.100 mudas de árvores nativas do Bioma Mata Atlântica. Em Ponta Grossa, também ocorreu a soltura de 15 mil peixes nativos juvenis no Rio Pitangi e no Lago Olarias.

O IAT é um órgão vinculado à Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo. “O Paraná Mais Verde busca recuperar áreas de floresta no Estado, com a meta de plantar 10 milhões de mudas nativas em todas as regiões nos próximos anos”, destacou o diretor presidente do IAT, Everton Souza.

As mudas são produzidas nos 19 viveiros do Estado. Elas são preparadas para serem recebidas pelo solo com chances de se desenvolver e chegar à maturidade com frutos e servirem de alimentos para a fauna.

“Toda a sociedade paranaense tem a responsabilidade de contribuir na recuperação florestal”, completou Souza. Para saber mais sobre o Paraná Mais Verde e como solicitar mudas, clique aqui.

PONTA GROSSA – No município de Ponta Grossa, 2 mil araucárias foram plantadas em uma propriedade rural no bairro São João, em Carambeí, com a participação dos cooperados e colaboradores da Frisia Cooperativa Agroindustrial.

“Precisamos enaltecer a consciência das pessoas, especialmente dos agricultores, na recuperação e preservação da nossa flora. O IAT fica à disposição de quem se interessar em retirar mudas para dar continuidade a esse grande programa que é o Paraná Mais Verde”, disse o chefe regional do IAT em Ponta Grossa, Ivan Loureiro.

Em outra ação, 3 mil alevinos (aptos à reprodução), sendo 2.650 lambaris e 350 traíras, se uniram à fauna existente no Lago de Olarias e outros 12 mil alevinos de lambari no Rio Pitangui.

De acordo com Loureiro, a ação é parte de uma medida compensatória firmada pelo órgão em casos de danos ambientais de empresas privadas.

“Através dessas medidas compensatórias, conseguimos, tanto com o repovoamento de peixes nativos quanto com o plantio de árvores, retribuir a natureza por danos ambientais causados”, afirmou.

PITANGA – Em Pitanga, o plantio de mudas envolveu 150 espécies do Bioma Mata Atlântica em uma propriedade rural em Área de Preservação Permanente (APP) às margens do rio Pitanga, que abastece a população da cidade.

A função de uma APP é preservar os recursos hídricos, a paisagem, a estabilidade geológica e a biodiversidade, além de facilitar o fluxo gênico de fauna e flora, proteger o solo e assegurar o bem-estar das populações humanas. No Brasil, a Mata Ciliar é protegida pela Lei nº 12.651 de 25 de maio de 2012 – o Código Florestal.

De acordo com o chefe regional do IAT de Pitanga, Elmiro Genero, diversas atividades foram desenvolvidas neste ano com o plantio de mudas de espécies nativas, principalmente em datas comemorativas, como o Dia da Água (22/03), o Dia do Meio Ambiente (05/06), o Dia da Árvore (21/09) e o Dia do Rio (24/11).

Segundo o residente técnico e engenheiro florestal, Igor Pawlak, o objetivo era contar com a presença de estudantes para participar da atividade e conhecerem mais sobre os temas de conservação e educação ambiental, porém com a pandemia do Covid-19 isso não foi possível.

“Convidamos, então, os professores, que receberam orientações sobre a necessidade da conservação ambiental, técnicas de plantio e sobre as Unidades de Conservação Municipais que recebem o ICMS ecológico dos municípios atendidos pelo Núcleo Regional”, afirmou Pawlak.

Fonte: Agencia de Notícias do Paraná

Prudentópolis
21º
Parcialmente nublado
Ponta Grossa
19º
Tempo limpo
Guarapuava
19º
Tempo limpo
Curitiba
19º
Parcialmente nublado
Londrina
24º
Parcialmente nublado
União da Vitória
20º
Tempo nublado
  • É com pesar que e a Funerária Anjo Gabriel comunica o falecimento do Sr Antonio Valdivino Ribeiro dos Santos
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  comunica o falecimento da Sra Nadia Martinhuk  Gelinski aos 81 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Olga Prenechuki Rodovanaki
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Amélia Andre Suchodolak.
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Nair Alves De Oliveira Parolin.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  comunica o falecimento do Sr Jose Olovati aos 78 anos.
  • Cristina Silvestri pede ação do Estado para garantir direitos dos proprietários de terra em Guaíra
  • Comemoração aos 118 anos de Prudentópolis terá Show Especial com Padre Ezequiel Dal Pozzo
  • Mais R$ 5,5 milhões da indenização da Petrobras irão para novos projetos ambientais
  • Inscrições: Empreendedoras da Beleza oferta cursos gratuitos de maquiagem na RMC
  • Com novo comitê, Paraná atinge 100% de cobertura das regiões hídricas do Estado
  • Estado reforça apoio aos municípios para mulheres, igualdade racial e idosos