Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Com duplicação da BR-277, Governo atende antigo anseio de Guarapuava

15 de abril de 2021 às 09:08
O secretário da Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, destacou a importância da obra para evitar gargalos logísticos em um dos principais corredores rodoviários do Paraná.

O governador Carlos Massa Ratinho Junior esteve nesta quarta-feira (14) em Guarapuava, na região Central do Paraná, para vistoriar as obras de duplicação da BR-277 que cruza o perímetro urbano da cidade.

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER/PR) iniciou no final de março a duplicação de um trecho de 3,8 quilômetros, sendo que obra será feita ao longo de 6,2 quilômetros, incluindo também a implantação de marginais, trincheiras, viadutos, pontes, passarelas, calçadas, ciclovia e iluminação pública. Houve o lançamento simbólico da pedra fundamental.

O investimento é de R$ 77,6 milhões, com uma economia de 26% do valor previsto na licitação. “A população de Guarapuava, empresários, comerciantes e moradores dos bairros próximos sempre pediram por essa duplicação e nos organizamos para executar este grande complexo de obras, para atender Guarapuava e preservar a vida das pessoas que trafegam por aqui”, disse Ratinho Junior.

“Essa rodovia é um grande corredor de exportação, principal artéria do Paraná, que liga o Porto de Paranaguá ao Oeste e a países do Mercosul”.

O secretário da Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, destacou a importância da obra para evitar gargalos logísticos em um dos principais corredores rodoviários do Paraná.

“O Estado investe valores significativos nessa rodovia, tanto no perímetro urbano de Guarapuava como em Cascavel, onde também haverá duplicação. É um projeto completo com um prazo de execução de 18 meses, mas vamos trabalhar para que seja entregue ainda antes”, disse.

Para o prefeito Celso Goes, o trecho que será duplicado faz a ligação entre as regiões Sul e Norte de Guarapuava e tem um trânsito intenso, principalmente nos horários de pico.

“É uma reivindicação de mais de 30 anos. Com essa obra, vamos não apenas resolver o problema do trânsito, como também salvar vidas, porque temos vários pontos de conflito neste trecho”, ressaltou.

“Nos horários de pico é quase impossível conseguir cruzar a BR-277 de um lado para o outro. Então isso vem resolver imediatamente o problema”.

OBRA  Nessas primeiras semanas estão sendo feitas a limpeza de camada vegetal nos locais em que haverá intervenção, medições topográficas e a instalação do canteiro de obras, onde ficam armazenados os equipamentos e materiais do consórcio que vai realizar os serviços.

A previsão é que a obra seja concluída em 18 meses.

“Entre a publicação do edital de licitação e o início da obra tivemos um intervalo de apenas quatro meses. O DER garantiu o começo imediato dos trabalhos, após a assinatura da ordem de serviço”, explica o diretor-geral do DER/PR, Fernando Furiatti.

“Devemos entregar a obra já no segundo semestre de 2022, mesmo com toda a complexidade envolvida em uma duplicação em perímetro urbano, com várias obras de arte especiais”.

A nova duplicação inicia no trecho duplicado existente e segue até o km 350 da rodovia, próximo ao aeroporto municipal. Serão duas faixas de tráfego em cada sentido, separadas por barreiras de concreto New Jersey, e acostamentos externos de 2,5 metros.

As novas vias marginais serão implantadas nos dois lados da nova duplicação, somando 10 quilômetros. Também serão construídas calçadas e ciclovias.

A obra contempla, ainda, a implantação de uma trincheira entre a Rua João Fortkamp e a Rua Campo Grande; a duplicação do viaduto no entroncamento com a PRC-466 e a adequação de suas alças de acesso; três pontes no km 345,5; um viaduto conectando a Avenida Professor Pedro Carlo e a Avenida Beira Rio; uma trincheira para acesso ao aeroporto municipal; uma passarela no km 349,3 e outra no km 345; e a implantação de iluminação pública em uma extensão de 12,2 quilômetros da BR-277.