Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Adolescentes tentam fugir da Polícia Militar no interior de Prudentópolis

12 de maio de 2021 às 08:42
Questionada a procedência da motocicleta, o condutor relatou que comprou a moto sem a placa de um morador da localidade de Matão, já a placa comprou de um morador de Terra Cortada, e que depois fixou esta na moto.

Durante patrulhamento rural pela comunidade de Tijuco Preto, a equipe policial visualizou uma motocicleta com dois ocupantes transitando em via publica sem o uso de capacete em frente à igreja, local onde é de conhecimento da equipe denuncias de pessoas circularem portando armas de fogo, bem como efetuando disparos.

Ao visualizarem a aproximação da equipe policial, o motociclista empreendeu fuga, sendo iniciado acompanhamento tático com uso de giroflex e sirene, sendo que o condutor desobedeceu às ordens de parada, evadindo-se em alta velocidade e de forma a causar perigo aos ocupantes, demais veículos/pedestres/animais que estivessem na via, sendo que apos cerca de 3 km o condutor adentrou ao pátio de uma residência, abandonando a motocicleta e tentando se evadir para o interior, sendo contido pelos policiais ainda na parte externa, o garupa se evadiu para o interior da residência e logo em seguida retornou, sendo ambos adolescentes.

Em busca pessoal nos abordados, nada de ilícito foi localizado, sendo a motocicleta com características de Honda Bros, com a numeração de chassi suprimida, já a numeração de motor consta ser de uma Honda Cg 150 sem alerta de furto/roubo, já a placa que estava na motocicleta abordada consta ser de uma Imp/Tgb Sundown também sem alerta de furto/roubo.

Questionada a procedência da motocicleta, o condutor relatou que comprou a moto sem a placa de um morador da localidade de Matão, já a placa comprou de um morador de Terra Cortada, e que depois fixou esta na moto.

Diante dos fatos, a motocicleta, o condutor e sua genitora foram encaminhados à delegacia local para os procedimentos cabíveis aos fatos narrados, sendo ambos encaminhados no banco traseiro da viatura sem o uso de algemas.

Cabe ressaltar ainda, que durante os procedimentos de abordagem inicial dos indivíduos em fuga, a mãe do adolescente interviu no trabalho policial, questionando de forma veemente e ríspida as ordens e ações da equipe, acusando a equipe de abuso e de ameaça contra o adolescente, bem como tentando coagir a equipe dizendo que iria os denunciar no fórum local.