Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Em Prudentópolis homem cai no golpe e perde R$2975,00 reais ao comprar produto pela internet

3 de junho de 2021 às 10:34
O solicitante relatou que tendo em vista que fechou o negócio pelo site, recebeu do anunciante, dados bancários, para realizar um pix no valor do produto, sendo R$2975,00 reais, sendo que o solicitante realizou o pagamento

Compareceu na 4ª Cia de policia militar, o solicitante, o qual passou a relatar que realizou a compra de um detector de metais, produto este anunciado em um site.

Relatou que fez contato com o anunciante, que a principio seria um masculino, o qual em negociação enviou para o solicitante, fotos do produto.

Em ato continuo o anunciante do produto enviou foto de uma Cnh, na qual consta dados, como nome completo, filiação, data de nascimento e nº de documentos, sendo uma Cnh, onde foi cortado o nº de registro da Cnh. momentos mais tarde o solicitante viu uma postagem em uma rede social, de que o verdadeiro habilitado na Cnh, informava através de um texto escrito, de que pessoas não deveriam enviar valores, pois estariam utilizando seu nome e dados documentais para golpes em redes sociais, sendo que o solicitante percebeu ter caído em um golpe, tendo em vista que o rapaz do documento também é vítima de alguém que utiliza seus dados.

O solicitante relatou que tendo em vista que fechou o negócio pelo site, recebeu do anunciante, dados bancários, para realizar um pix no valor do produto, sendo R$2975,00 reais, sendo que o solicitante realizou o pagamento, para os dados repassados pelo anunciante , sendo para uma conta da caixa econômica, em nome de um outro masculino, com chave de acesso sendo um nº de Cpf.

O plantão tentou realizar consultas via sistema sesp/intranet, no intuito de tentar localizar os autores pelos dados, porém sem êxito, sendo então tentado contato com a policia civil, os quais também não tinham acessos possíveis para identificar, sendo então confeccionado o boletim de ocorrência e orientado o solicitante a comparecer ou fazer contato via fone com a agencia bancária, bem como posterior a este boletim, ir até a dp local solicitando auxilio para investigação criminal o fato.