Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Policia Civil de Imbituva prende autores de homicídio

21 de junho de 2021 às 08:38
De acordo com as investigações, os três investigados teriam matado a vítima Daniel de Jesus, que não teve qualquer chance de defesa, por engano, eis que pretendiam atingir pessoa diversa que teria sido responsável pela morte de um parente dos investigados.

A Polícia Civil de Imbituva, com apoio de policiais civis de Ponta Grossa deu cumprimento, na data de hoje, a 03 (tres) mandados de prisão preventiva em investigação de crime de homicídio ocorrido no dia 05/06/2021 no bairro Tangará, em Imbituva.
De acordo com as investigações, os três investigados teriam matado a vítima Daniel de Jesus, que não teve qualquer chance de defesa, por engano, eis que pretendiam atingir pessoa diversa que teria sido responsável pela morte de um parente dos investigados.
No momento do crime, por volta das 15h30, a vítima, que não possuía qualquer anotação criminal, tomava chamarão com seus familiares e acabou morta por diversos disparos de arma de fogo por ter semelhança física com a pessoa que os investigados pretendiam matar.
As investigações agora seguem em seu estágio final e deverá ser finalizada nos próximos dias.
A Polícia Civil de Imbituva reforça o compromisso com a população na repressão de crimes desta gravidade.
De acordo com o delegado Luis Gustavo Timossi, desde 2019, com o desenvolvimento de nova metodologia de trabalho, foi possível aumentar consideravelmente o esclarecimento de crimes desta natureza, o que resultou nos altíssimos índices de elucidação de homicidios na comarca, superior a muitos países desenvolvidos e acima da média nacional.

Com a resolução de casos ocorridos em anos anteriores, os índices de elucidação no ano de 2020 foi de 133% (todos os casos ocorridos naquele ano e dois casos de anos anteriores) e nos primeiros meses de 2021 os indices indicam 166% de eficiência policial, com esclarecimento dos 05 (cinco) homicídios ocorridos neste ano e 03 (tres) casos de anos anteriores.
Atualmente, todos os casos dos anos de 2018 até 2021 são considerados solucionados, com autoria identificada.