Temporal ainda compromete abastecimento de água e luz em várias cidades do Paraná

15 de outubro de 2021 às 10:35

A falta de energia elétrica provocada pelas fortes chuvas continua afetando os sistemas de abastecimento de água em diversas cidades e distritos das regiões Oeste e Noroeste do Estado.

Algumas unidades de produção e de distribuição de água ainda estão sem energia, inviabilizando a sua operação. O temporal deixou ao menos 286 postes quebrados e 330 mil unidades consumidoras sem energia.

Em Toledo, a estação elevatória que bombeia água para as regiões dos bairros Jardim Porto Alegre, Jardim Gisele, Jardim Concórdia, Bandeirantes e Independência ainda não voltou a operar.

A unidade fica na comunidade do Poty, próximo ao aeroporto. A Sanepar está instalando um gerador na unidade. No entanto, a previsão é a de que o abastecimento volte à normalidade a partir das 22h.

Também permanecem com o abastecimento comprometido pela falta de energia as cidades de São José das Palmeiras, Formosa do Oeste, Maripá (e o distrito de Vila Candeias), Diamante do Oeste, Iracema do Oeste, Guaíra; e os distritos de Luz Marina, em Toledo; São Judas Tadeu, em São Pedro do Iguaçu; Carajá, em Jesuítas; e Central Santa Cruz, em Cafelândia,

Na regional de Cascavel estão sem energia os sistemas de Corbélia (e o distrito de Ouro Verde do Piquiri); Ramilândia; o distrito de Ibiracema, em Catanduvas; e o distrito de São João do Oeste, em Cascavel.

No Noroeste, a falta de energia afeta o abastecimento nas cidades de Moreira Sales e do distrito de Paraná d’Oeste; Quarto Centenário; Rancho Alegre do Oeste; os distritos de Bela Vista do Piquiri e Sales de Oliveira, no município de Campina da Lagoa; o distrito de Yolanda, em Ubiratã; e Águas de Jurema, em Iretama.

Na região de Umuarama, os sistemas mais afetados e que ainda registram falta de energia são os de Francisco Alves; os distritos de Rio Bonito e Bairro Catarinense; parte da cidade de Alto Piquiri e seus distritos Mirante do Piquiri e Paulistânia; os distritos de Guaiporã e Jangada, em Cafezal do Sul; Pindorama, no município de Xambrê; e parte do distrito de Cedro, em Perobal.

Um dos poços, uma estação elevatória de água e o Centro de Reservação do Jardim Irene, em Medianeira, estão sem energia, comprometendo parcialmente o abastecimento de água na cidade.

Em Serranópolis do Iguaçu, o poço que abastece o distrito de Flor da Serra continua sem energia. Um gerador foi instalado para que ele volte a produzir água.

São Miguel do Iguaçu também foi afetada nesta sexta-feira pela falta de energia em um dos poços. O sistema está trabalhando parcialmente.

Todo maquinário e equipamentos de grande porte nas mais de 3.400 unidades operacionais da Sanepar nos 346 municípios onde a Companhia atua precisam do fornecimento de energia.

Em todo o caminho percorrido pela água há necessidade de motores, bombas, válvulas e sistemas de automação, e todos esses equipamentos utilizam energia elétrica. Portanto, quando falta energia, também pode faltar água.

ENERGIA – A nova frente fria que avança sobre o Paraná forma áreas de instabilidade, com pancadas de chuvas acompanhadas de descargas elétricas e rajadas de ventos moderados nas regiões Oeste, Sudoeste e Noroeste desde o início da madrugada. Esta condição climática desafia as equipes da Copel que trabalham na recuperação dos estragos.

No momento, em todo o Paraná, a Copel registra 71 mil unidades consumidoras com o fornecimento de energia interrompido. Destas, cerca de 36 mil unidades consumidoras estão nas regiões Oeste e Sudoeste.

Nestas regiões, a Copel está com 141 equipes nas ruas nesta manhã, trabalhando para restabelecer o fornecimento de energia o mais rapidamente possível.

No momento, há 2.600 emergências para atendimento e a lista de estragos é grande: 53 alimentadores abertos, cerca de 110 postes quebrados e muitos cabos rompidos.

No Noroeste, a conta de postes quebrados já chega a 176 estruturas. Todos os municípios que tiveram suas fontes comprometidas nesta quinta-feira já tiveram o fornecimento principal restabelecido.

Há, entretanto, 35 mil domicílios sem luz nesta manhã, em cerca de 1.800 ocorrências para atendimento.

A Copel lembra que, em dias de tempestades, deve-se manter distância de situações que possam oferecer riscos, como postes quebrados e fios rompidos.

A falta de luz pode ser comunicada pelo site e aplicativo, pelo telefone 0800 51 00 116 e pelo WhatsApp 41 3013-8973. Há ainda a opção de enviar uma mensagem de texto (SMS) para o número 28593, com as letras “SL” e o número da unidade consumidora.

Prudentópolis
15º
Tempo limpo
Ponta Grossa
16º
Tempo limpo
Guarapuava
17º
Tempo limpo
Curitiba
14º
Tempo limpo
Londrina
19º
Tempo limpo
União da Vitória
14º
Tempo limpo
  • É com pesar que a Funerária São João e o plano UNIPAZ comunicam o falecimento do Sr. João Grescyczyn. Ocorrido hoje, aos 89 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e o plano UNIPAZ comunicam o falecimento da Sra. Leci Fernandes Marins. Ocorrido hoje, aos 62 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e o plano UNIPAZ comunicam o falecimento da Sr. Januário Mazur. Ocorrido ontem, aos 48 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e Plano o UNIPAZ, comunicam o falecimento do Jovem Idinei Ribeiro, aos 31 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat comunica o falecimento do Sr Metodio Kuchla aos 68 anos.
  • É com pesar que a Funerária São João comunica o falecimento da Sra. Eugenia Senkiu aos 59 anos.
  • Governo propõe criação de fundo para alavancar investimentos em infraestrutura
  • Campo da Secretaria do Esporte abrigará festival de rugby para crianças de escolas municipais
  • Governo envia à Assembleia projeto de lei para rede de atendimento de psicoativos
  • Boletim Agrometeorológico de maio indica excesso de chuvas no Sul e escassez no Norte
  • Servidores da Saúde aprimoram conhecimentos para coleta e análise de dados epidemiológicos
  • Detran-PR destina R$ 103,8 milhões para fortalecer ações de segurança no trânsito no Paraná