Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Novembro Azul de 2021 pretende aproximar homens das Unidades de Saúde

1 de novembro de 2021 às 10:55
Estudos indicam que os homens têm menor número de consultas médicas por ano em comparação às mulheres e fazem menos uso de serviços de cuidado, por isso as ações não devem se restringir ao mês de novembro, mas sim ao longo de todo o ano", disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto. 

Desde 2008 o mês de novembro é marcado por um maior movimento em prol da saúde do homem no País. O Novembro Azul foi criado com o objetivo de desenvolver ações que estimulem a população masculina a dedicar mais atenção à saúde e se conscientizar da importância da prevenção de doenças, com foco no câncer de próstata.

Nesse sentido, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) propõe como tema este ano: “Cuidar da saúde também é coisa de homem! Previna-se, cuide da sua família e procure a Unidade de Saúde mais próxima”.

A escolha vai ajudar no fortalecimento do acesso dos homens a Atenção Primária à Saúde (APS), mantendo a população masculina mais perto dos serviços em redes, cuidados rotineiros e consultas periódicas.

“Buscamos promover a melhoria das condições de saúde da população masculina no Paraná, e que a prevenção seja o primeiro caminho a ser escolhido.

Estudos indicam que os homens têm menor número de consultas médicas por ano em comparação às mulheres e fazem menos uso de serviços de cuidado, por isso as ações não devem se restringir ao mês de novembro, mas sim ao longo de todo o ano”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

Atualmente, a população masculina no Estado é estimada em 5,6 milhões de pessoas. Estima-se que entre 2020 e 2022 surjam 35.050 novos casos de câncer a cada ano. Segundo o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), os tipos mais frequentes entre os homens são de pele e de próstata.

“Precisamos atender os homens em suas dificuldades em cuidar da saúde, e evitar que tantos morram pela simples falta de informação. Muitas vezes, os homens com câncer de próstata procuram os serviços de saúde com a doença já em estágio avançado”, enfatizou.

ATENÇÃO À SAÚDE – Os programas da Atenção Primária do Estado do Paraná contemplam a população masculina em todas as faixas etárias, começando pelo calendário vacinal, nos primeiros meses de vida. Entre 11 e 14 anos, destaque para a vacina do HPV, que protege contra doenças infecciosas da pele e das mucosas atingindo principalmente a região genital, podendo se transformar em vários tipos de câncer.

Dos 15 aos 29 anos, a Sesa investe na prevenção de causas externas da mortalidade masculina, já que mais de 80% das causas de mortes de homens, nessa faixa etária, estão relacionadas a fatores como acidentes, violências e vícios. São exemplos os programas Tabagismo e Vida no Trânsito.

Há ainda os programas ofertados para a população em geral, com a prevenção e controle de doenças crônicas como obesidade, diabetes, hipertensão, cardiopatias e doenças transmissíveis, como Aids, hepatites e sífilis.

Em 2009, foi instituída, ainda, a Portaria nº 1944 no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Ela criou a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem, visando promover a melhoria das condições de saúde a população masculina, a fim de reduzir a morbidade e mortalidade e organizar uma rede de atenção à saúde que garanta uma linha de cuidados integrais voltada para a população masculina.

NOVEMBRO AZUL – O movimento Novembro Azul teve origem em 1999, na Austrália, com um grupo de amigos que decidiram deixar o bigode crescer, a fim de chamar atenção para a saúde masculina. Ele chegou ao Brasil em 2008, trazido pelo Instituto Lado a Lado pela Vida e pela Sociedade Brasileira de Urologia.

Para chamar ainda mais a atenção para a causa, o dia 17 de novembro foi escolhido como Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata e muitas cidades iluminam os monumentos e prédios públicos na cor azul, assim como é feito durante a campanha do Outubro Rosa.