Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Coral ucraniano Anjo Gabriel de Prudentópolis incentiva as crianças por meio da música

20 de dezembro de 2021 às 15:04
O Coral Anjo Gabriel da Paróquia São Josafat é composto por crianças e adolescentes com idades que vão desde os sete, aos 15 anos. Os cerca de 20 participantes realizam as apresentações em ucraniano sempre que necessário, sendo direcionados pela catequista Justina Chpak, que atua como coralista e diretora no coral desde o início do grupo, em 1999.

A música é um importante meio de aprendizagem que pode auxiliar no desenvolvimento das crianças e adolescentes. Em Prudentópolis, um coral vem possibilitando com que isso aconteça e de maneira especial, por meio da língua ucraniana.

O Coral Anjo Gabriel da Paróquia São Josafat é composto por crianças e adolescentes com idades que vão desde os sete, aos 15 anos. Os cerca de 20 participantes realizam as apresentações em ucraniano sempre que necessário, sendo direcionados pela catequista Justina Chpak, que atua como coralista e diretora no coral desde o início do grupo, em 1999.

Para ela, o coral é uma forma de aproximar os jovens da música e da religião. “Se desde pequenos eles seguem nesse meio, acabam crescendo mais informados sobre o meio religioso, ao mesmo tempo em que aprendem a cantar”, comentou em entrevista ao NOSSA GENTE.

Andriel Prusnai, de 15 anos, compõe o grupo desde os cinco anos e, segundo ele, o coral é um meio que permite a aprendizagem de novas áreas. “A gente aprende coisas novas, como a língua ucraniana e se aprofunda mais na cultura”, explicou.

Contudo, isso não está presente somente na vida de Andriel. Além do jovem, o irmão também faz parte do grupo e os pais participam do coral São Josafat, o coral adulto da paróquia.

A jovem Mayra Alessandra Vencelovicz (9 anos) faz parte do grupo desde os cinco anos. De acordo com ela, a vontade em conhecer mais sobre a música veio a partir do incentivo dos pais. A mãe, Marta Muzeka, que também está inserida na cultura ucraniana e é uma artesã de Pêssankas, contou que a filha sempre ia às missas e que por isso acabou gostando de assistir as apresentações do coral.

“A língua ucraniana é algo a mais que a gente sabe… É uma linguagem para um futuro melhor. Por isso, eu sempre incentivo que ela aprenda coisas novas”, contou a mãe.

Desse modo, o Coral Anjo Gabriel vem proporcionando as crianças da comunidade uma vivência mais próxima da música, aliada ao desenvolvimento da língua ucraniana.

Ensaios e apresentações de Natal

Os encontros dos coralistas ocorrem toda quarta-feira, das 17h às 18h, na escolinha da Paróquia.

Para este Natal, a catequista Justina salientou que os pequenos já estão se preparando. Conforme entrevista, o grupo deve cantar de casa em casa seguindo um roteiro que vai desde o Colégio Santa Olga, até a rua Ozório Guimarães.

(Por Samilli Penteado)