Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Homem atira e mata o próprio irmão no Bairro do Jordão interior de Prudentópolis

24 de dezembro de 2021 às 08:29
No local a equipe constatou o fato, sendo que um dos envolvidos na briga encontrava-se em óbito na parte externa da residência com um disparo de arma de fogo na região do abdome e uma perfuração por arma branca na região da coxa direita.

A equipe recebeu a informação que havia ocorrido uma briga entre dois irmãos na localidade de Bairro dos Jordão e que do ocorrido havia resultado em um masculino ferido por arma branca e outro masculino em óbito por disparo de arma de fogo.

No local a equipe constatou o fato, sendo que um dos envolvidos na briga encontrava-se em óbito na parte externa da residência com um disparo de arma de fogo na região do abdome e uma perfuração por arma branca na região da coxa direita.

O outro envolvido, o qual segundo relato da testemunha encontrava-se com ferimento por arma branca na região do abdome e já havia sido socorrido pela equipe do Samu antes da chegada da equipe policial no local.

Em contato com uma testemunha a qual encontrava-se no local no momento do fato e testemunhou o ocorrido, a mesma relatou que já havia um desentendimento antigo entre os envolvidos e que no momento do fato um deles passava pela frente da residência, quando o outro foi falar com o mesmo para pedir para que não passasse mais pelo local, neste momento o primeiro, em posse de um facão tentou agredir o segundo envolvido, o qual se evadiu para o interior da residência e pegou uma espingarda que encontrava-se no interior da cozinha, neste momento os dois entraram em luta corporal, relata ainda que não presenciou de perto a briga, que somente ouviu um disparo de arma de fogo e visualizou os dois feridos, sendo que um deles veio a óbito e o outro foi socorrido pelo Siate.

A arma de fogo utilizada tratava-se de uma espingarda calibre 28 sem marca ou numeração aparente e encontrava-se a cerca de 4 metros da vítima.

A equipe realizou o isolamento do local até a chegada do IML, perícia e polícia civil no local. Compareceram no local o perito criminal, o qual realizou a apreensão da espingarda, e o auxiliar de perícia para quem o corpo foi entregue e o investigador da polícia civil,  qual realizou a apreensão da faca e do facão.