Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Em Prudentópolis menor de 12 anos é hospitalizado após ser ferido com golpe de facão na cabeça

5 de março de 2022 às 08:19
Segundo a medica de plantão o menor relatou de inicio ter caído de uma bicicleta, porém a medica percebeu que não haviam mais lesões pelo corpo, apenas um corte reto e profundo no crânio, a qual suspeitou de agressão e ferimento por algo cortante.

A equipe foi acionada para dar atendimento a uma lesão corporal.

No hospital deu entrada um menor de 12 anos, o qual apresentava uma lesão no crânio, sendo um corte profundo.

Segundo a medica de plantão o menor relatou de inicio ter caído de uma bicicleta, porém a medica percebeu que não haviam mais lesões pelo corpo, apenas um corte reto e profundo no crânio, a qual suspeitou de agressão e ferimento por algo cortante.

Ao questionar a vítima, o mesmo passou a relatar a verdade, de que estava em sua residência onde ocorreu uma discussão e que um masculino que estava no local lhe desferiu um golpe de facão, o acertando no crânio.

Relatou ainda as características do autor, o primeiro nome e o local onde reside o autor.

Deslocado até o local indicado, sendo que a equipe já próximo a casa percebeu que uma residência estava danificada, o que intrigou a equipe, sendo adentrado o local e verificado que as janelas estavam com os vidros todos quebrados, e ao lado da residência foi localizado escondido o proprietário, o qual estava alcoolizado e passou a relatar para a equipe que um masculino havia chegado em sua residência com um facão em mãos e passou a danificar, sendo que por medo o proprietário se escondeu.

Deslocado até uma outra residência e em contato com a proprietária, a qual relatou que a dois dias o filho havia saído de casa e não mais retornou, a qual também passou a identificação do autor.

A equipe deslocou até a residência da vítima, onde estava, o autor e a genitora da vítima, sendo então dada voz de abordagem ao autor e realizada revista pessoal, não sendo localizado nada de ilícito.

Questionado os presentes no local sobre o ocorrido, sendo que a mãe disse que caiu um caco de vidro no crânio do menor, e que o autor não havia feito nada.

Porém, diante do relato do menor e do irmão, o qual acompanhou o menor para o hospital, a equipe deu voz de prisão ao abordado, sendo que ao chegar próximo da viatura policial acabou confessando que no local houve uma discussão, o qual de raiva pegou o facão e causou a lesão no menor, porém diz ter sido acidental.

No local perguntado o motivo de a genitora não ter acompanhado o menor para atendimento médico a mesma disse que não podia por ter outros filhos, perguntado o motivo de a mesma ter omitido a autoria do abordado quanto a lesão no crânio do filho, a mesma não sabia explicar, sendo então orientada que a equipe faria contato com o conselho tutelar, onde seria repassada a situação.

Feito contato através do hospital, copom e equipe policial com o conselho tutelar, onde fomos informados que o conselho já estava a par da situação e realizará a notificação e procedimentos nos próximos dias.

No local foi entregue para a equipe o facão utilizado, sendo encaminhado para a delegacia de policia civil.