Grupo de Trabalho do Turismo Religioso elege coordenadores e alinha ações para 2022

15 de março de 2022 às 09:02

Representantes do Grupo de Trabalho do Turismo Religioso se reuniram nesta segunda-feira (14) para a eleição dos coordenadores do colegiado e das câmaras temáticas para o biênio 2022-2023.

O encontro foi de forma híbrida, com a participação de pessoas de diversas cidades paranaenses que têm no segmento a oportunidade não apenas de renovar a fé, como também de incentivar o turismo e a economia regionais.

O grupo de trabalho foi instituído em 2020 para promover estudos e fomentar os roteiros religiosos no Paraná, criando uma política de incentivo ao segmento, que é o terceiro que mais recebe visitantes no Estado. São 299 atrativos religiosos mapeados pelo grupo de trabalho, que envolvem roteiros das quatro matrizes de tradições religiosas: Oriental, Indígena, Africana e Ocidental.

A maior parte dos membros do colegiado, que conta com representantes do Governo do Estado, de entidades turísticas e religiosas, foi reconduzida aos cargos de coordenação. Eliseu Rocha, representante da Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), se mantém como coordenador-geral do grupo de trabalho.

Nas coordenações das câmaras de Planejamento; de Capacitação; Estruturação de Destinos; e de Produtos e Roteiros foram escolhidos, respectivamente: Alessandra de Paula Xavier (Paraná Turismo); Giovanni Bagatini (Fecomércio), Wellington Bergamaschi (Atunorpi), e Pedro Kempe (Abav), com suplência de Francisco Izidoro (secretário municipal de Administração e Turismo de Lunardelli, Vale do Ivaí).

O coordenador-geral explica que o Grupo de Trabalho está se consolidando com a ampliação das rotas e atrativos religiosos no Paraná. “Quando o grupo foi criado, tínhamos apenas uma rota, e agora chegamos a todo o Estado e com vários roteiros que se apresentam dentro do modelo que discutimos no grupo”, disse Rocha.

“Nosso desafio é unir todo o Paraná em torno do mesmo propósito, para que os municípios que já têm um atrativo consolidado possam compartilhar a experiência, o progresso e tudo aquilo que deu certo com aqueles que estão iniciando”, afirmou o representante da Sejuf.

ATRATIVOS – Entre os atrativos do turismo religioso paranaense estão templos, santuários, mesquitas, igrejas e roteiros que reúnem diversos locais de devoção, além dos festejos e celebrações que fazem parte do calendário turístico estadual e recebem milhares de romeiros todos os anos.

Um exemplo é a Rota do Rosário, um percurso de mais de 600 quilômetros que abrange 17 municípios dos Campos Gerais e do Norte Pioneiro, passando por 16 santuários, além de igrejas, capelas e patrimônios culturais, históricos e arquitetônicos das duas regiões.

Também se destacam a Rota da Medalha Milagrosa, entre Irati e Prudentópolis, e o recém-criado Caminho das Santas Chagas, no Vale do Ivaí.

Integrante da Rota do Rosário, o santuário de São Miguel Arcanjo, em Bandeirantes, recebe milhares de peregrinos todos os meses. O número de fiéis aumenta muito em setembro, quando cerca de 30 mil pessoas participam das comemorações religiosas, o que influencia no turismo das cidades do entorno, como Itambaracá e Cambará.

“O incentivo ao turismo religioso tem um impacto muito grande nos municípios, principalmente nos menores, que têm necessidade de ampliar a geração de empregos e fazer com que as pessoas não se mudem para outros locais”, ressaltou a prefeita de Itambaracá, Mônica Zambon.

“Somos vizinhos de Bandeirantes, ficamos ao lado do santuário, e recebemos peregrinos vindos de São Paulo. Iniciativas que fomentam esses roteiros e facilitam a recepção dos turistas são muito importantes para o nosso crescimento”.

Além das denominações cristãs, também há atrativos e festejos de outras religiões. Em Foz do Iguaçu (Oeste), por exemplo, é possível conciliar os roteiros turísticos com uma visita à Mesquita Omar Ibn Al-Khattab, que recebe turistas com horários agendados, ou ao Templo Budista Chen Tien.

ENTIDADES – Coordenado pela Paraná Turismo, o GT do Turismo Religioso conta com a participação das secretarias de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo; da Justiça, Família e Trabalho; da Comunicação Social e da Cultura; da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio-PR); Instância de Governadoria Regional; Conferência Nacional dos Bispos do Brasil; Associação Inter-religiosa de Educação (Assintec); Associação Brasileira de Agências de Viagem; e de representantes de rotas turísticas e municípios com atrativos religiosos.

Prudentópolis
19º
Tempo nublado
Ponta Grossa
19º
Tempo nublado
Guarapuava
18º
Chuvas esparsas
Curitiba
18º
Chuvas esparsas
Londrina
28º
Parcialmente nublado
União da Vitória
20º
Tempo nublado
  • NOTA DE FALECIMENTO: É com pesar que e a Funerária São João e o Plano Uni-Paz comunica o falecimento
  • NOTA DE FALECIMENTO: É com pesar que e a Funerária São João  e o Plano Uni-Paz   comunica o falecimento de Celia Parhuts, ocorrido aos 46 anos de idade.
  • NOTA DE FALECIMENTO: É com pesar que a Funerária São João e o Plano Uni-Paz comunicam o falecimento
  • As Irmãs Servas de Maria Imaculada, comunicam o falecimento da IRMÃ JACINTA CECÍLIA GRESKIV, SMI
  • Apae de Prudentópolis lamenta a morte da ex-aluna Marlene Presasniuk
  • NOTAS DE FALECIMENTO: É com pesar que a Funerária São João e o Plano Uni Paz comunicam os falecimentos
  • Filho agride e ameaça mãe de morte, em Guarapuava
  • Câmara convoca cidadãos para Consulta Pública sobre proibição de queima de fogos de artifício com poluição sonora
  • Estão abertas as inscrições para 7ª turma do curso Paraná Empreende Mais
  • Alerta de preços: Procon/PR dá dicas para economizar na compra do material escolar
  • Fazenda divulga calendário do IPVA 2023 e disponibiliza mais opções para pagamento
  • Petrobras reduz preços da gasolina e do diesel para as distribuidoras