Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Central de encaminhamento para leitos hospitalares atende quase 2 mil paranaenses por dia

27 de junho de 2022 às 16:52
Dados da Central de Acesso à Regulação (CARE) da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) mostram que dentre as 61.362 solicitações de leitos realizadas no mês de maio no Paraná, 56.132 – 91,5% – foram concluídas com o internamento do paciente em até 24 horas

Diariamente, cerca de 1,9 mil pessoas são internadas no Estado. O número representa pelo menos uma pessoa por minuto. Dados da Central de Acesso à Regulação (CARE) da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) mostram que dentre as 61.362 solicitações de leitos realizadas no mês de maio no Paraná, 56.132 – 91,5% – foram concluídas com o internamento do paciente em até 24 horas.

Neste período, 2,4% das solicitações tiveram um tempo médio de espera maior que um dia e 6,1% foram finalizadas após o período de 48h. Cerca de 10% dos pedidos referem-se às Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e os demais são solicitações para leitos clínicos de enfermaria.

A central é responsável pela gestão das solicitações inseridas no sistema do Estado para dar encaminhamento aos pacientes, seja para urgência e emergência, consultas, exames e até mesmo cirurgias. São quatro equipes responsáveis pela regulação que atendem 24h e que se revezam (duas durante o dia e duas à noite). Ao todo são 22 médicos, 28 assistentes de regulação, um coordenador médico e dois coordenadores e um assistente administrativo.

“No Paraná, tivemos um aumento nos atendimento no final do outono, mas mesmo assim conseguimos nos organizar com a rede de leitos. O pedido de internamento é feito pelos serviços médicos que estão nas UPAs ou em hospitais de menor porte de todo o Estado. Nossas equipes trabalham dia e noite ininterruptamente para que todos os pacientes tenham atendimento rápido, seguro e eficaz”, enfatizou o secretário de Estado da Saúde, César Neves.

(Matéria: AENPr/com revisão).