Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Cervejaria de Guarapuava ganha quatro medalhas no maior concurso da América Latina

16 de agosto de 2022 às 16:44
Essa etapa do concurso ocorreu simultaneamente em 3 países: Argentina, Chile e Brasil; Ela definiu as melhores cervejas de cada país e credenciou as vencedoras para a grande final, uma etapa internacional do concurso, que acontece em outubro, no Chile

Mantendo a tradição e representando a cidade maior produtora de cevada e malte do Brasil, a cervejaria guarapuavana Água do Monge, ganhou no último domingo (14), 4 medalhas na etapa nacional da “Copa Cervezas de América”, a maior competição cervejeira da América Latina, sendo também a cervejaria paranaense mais premiada neste concurso.

“Um prêmio como este, além de ser motivo de muito orgulho para nós guarapuavanos, é, sobretudo, um atestado de qualidade, um feito e tanto para uma cervejaria com apenas 2 anos e 2 meses de vida. E ali, neste concurso, são juízes especializados em cerveja dizendo que aquele rótulo tem qualidade diferenciada, que é capaz de matar a sua sede de cerveja boa” enfatizou a Secretária de Turismo de Guarapuava, Katriane Milla.

Essa etapa do concurso ocorreu simultaneamente em 3 países: Argentina, Chile e Brasil. Ela definiu as melhores cervejas de cada país e credenciou as vencedoras para a grande final, uma etapa internacional do concurso, que acontece em outubro, em Valdivia, Região de Los Rios, no Chile.

Paulo Jorge Harmuch Slompo, mestre cervejeiro e um dos idealizadores da Água do Monge,conta que a premiação é uma das formas de recompensa pelo esforço e dedicação. “Além de estar muito feliz com esta premiação, ela também funciona como motivação para eu estudar e melhorar cada dia mais”, contou.

“Nossas cervejas sendo premiadas em concursos renomados, nos dá a certeza que estamos fazendo a melhor cerveja e somos muito gratos por isso”, expressou a gestora da cervejaria, Larissa Vier.

Foto: Reprodução Pref. Guarapuava

Água do Monge

Com as bênçãos do monge São João Maria, às margens do rio Jordão, nasceu em junho de 2020, a cervejaria Água do Monge. Cerveja com o terroir guarapuavano, barris, garrafas, growlers e copos.

A cervejaria começou com um sonho de dois amigos que se reuniram para fazer a sua própria cerveja, inicialmente como hobby e com o passar do tempo, as pessoas que experimentaram, acabaram se surpreendendo e gostando do produto que os amigos resolveram profissionalizar o negócio. “O intuito da marca é fazer uma bebida de qualidade, colocando características pessoais nela, a nossa personalidade, bem como misturar ingredientes que a gente acha que combinam e  não são encontrados nas cervejas comerciais tradicionais”, ressaltou Paulo Jorge Harmuch Slompo.

Premiação 

A cerveja Saison Castanheira, ficou com um ouro, a Saison Pitaya, ficou com uma prata, o carro chefe da cervejaria, a leve e saborosa Cream Ale, também ganhou prata. E um dos lançamentos Água do Monge para o inverno, a Wee Heavy, trouxe um bronze para casa.

Todas essas cervejas premiadas (entre outros vários rótulos que a cervejaria produz), podem ser encontradas nos melhores pontos de venda da cidade, em garrafas de edição especial. A exceção fica para a medalhista de prata, a Cream Ale, que é encontrada em growlers de 1 litro e também pode chegar até o público em barril e chopeira elétrica, por meio do serviço de entrega da empresa.

Já são, ao todo, 9 medalhas acumuladas em 3 concursos diferentes. Além das recém chegadas medalhas da Copa Cervezas de América, as cervejas Água do Monge têm medalhas em importantíssimas competições do cenário cervejeiro nacional, na Brasil Beer Cup e no Concurso Brasileiro de Cervejas.

(Matéria: Pref. Guarapuava).