Em Imbituva infrator é autuado em R$ 70 mil por desrespeito a embargo

13 de setembro de 2022 às 09:11

Em atendimento a denúncia 181 referente à corte de vegetação nativa, a equipe policial deslocou até a localidade de Pedra Lisa, município de Imbituva-PR onde constatou que a referida área já havia sido autuada e embargada anteriormente por destruição de vegetação nativa e corte de araucárias, porém o infrator continuava a utilizá-la sem autorização.

Diante dos fatos o mesmo foi autuado em R$ 70.000,00 por desrespeito a embargo e o Ministério Público oficializado para que sejam tomadas as medidas cabíveis na esfera penal.

O infrator (44 anos) já havia sido autuado no ano de 2021 em R$ 108.500,00 por cortar 175 pinheiros araucárias e destruição de 11,97 hectares de vegetação nativa sem autorização.

 

POLÍCIA MILITAR DO PARANÁ

“Nós fazemos a diferença”

Prudentópolis
27º
Tempo limpo
Ponta Grossa
20º
Parcialmente nublado
Guarapuava
24º
Tempo limpo
Curitiba
22º
Parcialmente nublado
Londrina
25º
Parcialmente nublado
União da Vitória
26º
Tempo limpo
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  e o Plano Sindi-Saúde comunica o falecimento
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat e o Plano Sindi-Saúde   comunica o falecimento
  • É com pesar que e a Funerária São João  e o Plano Uni-Paz   comunica o falecimento do senhor
  • É com pesar que e a Funerária São João  e o Plano Uni-Paz   comunica o falecimento
  • É com pesar que e a Funerária São João  e o Plano Uni-Paz   comunica o falecimento do senhor João Senkiu Sobrinho aos 59 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária São João e o Plano Uni-Paz comunica o falecimento
  • Cooperativa Sicredi Centro Sul PR/SC/RJ impulsiona o Programa Empreenda Sicredi – Conta com a Gente nas suas agências.
  • Censo IBGE foi prorrogado até o dia 24 de fevereiro
  • Preso homem que destruiu relógio histórico no Palácio do Planalto
  • Saiba o que o INSS pode considerar como prova de vida
  • Consumidor poderá utilizar o PIX para pagar conta de luz
  • Lula defende diálogo entre países na VII Cúpula da Celac