Nossa Gente

Seu novo portal de notícias em Prudentópolis e região

Viaduto da PRC-466 será liberado nesta quinta-feira, em Guarapuava

9 de novembro de 2022 às 16:35
Obra integra a duplicação de um trecho da BR-277 no perímetro de Guarapuava, que conta com investimento de R$ 77 milhões do Governo do Paraná

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) informa que o viaduto da PRC-466 e Avenida Manoel Ribas sobre a BR-277, em Guarapuava, será liberado para o tráfego de veículos a partir da manhã desta quinta-feira, 10 de novembro. A obra está quase concluída, restando apenas serviços de acessibilidade, que estão sendo finalizados nos próximos dias.

O novo viaduto integra duplicação de um trecho de quatro quilômetros da BR-277, em Guarapuava, que conta com um investimento do Governo do Paraná de R$ 77.656.994,96.

A obra irá beneficiar mais de 180 mil habitantes agilizando o trânsito local, e também o tráfego de longa distância de quem viaja rumo a Foz do Iguaçu ou Paranaguá. Também será possível fazer a ligação dos bairros de grande circulação com o Centro, como por exemplo o bairro Cidade dos Lagos, onde estão localizados o campus da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), além do Hospital Regional e o Hospital do Câncer.

O viaduto fica localizado na rodovia de acesso principal de Guarapuava (Avenida Manoel Ribas) e conta com 45 metros de extensão, com 12,80 metros de pista para cada lado do fluxo, incluindo acessibilidade via passarela lateral. Ao todo, são 380 metros de obra projetada. Além da duplicação, a obra inclui a adequação da sinalização horizontal e vertical, assim como a remodelação de toda iluminação pública.

O DER/PR ainda executa três trincheiras; uma ligando a Avenida Prof. Pedro Carli e a Avenida Beira Rio; uma no acesso ao aeroporto de Guarapuava; e outra ligando a Rua João Fortkamp e a Rua Campo Grande. O projeto também conta com três pontes, duas passarelas, além da implantação de postes de iluminação ao longo de 13 quilômetros.

(Matéria: AENPr/com revisão; Foto: DER).