Mulher morre após ser baleada em Guarapuava

24 de novembro de 2022 às 15:59

Uma mulher (49 anos) morreu após receber um disparo de arma de fogo na cabeça na manhã de ontem (23), no bairro Vila Bela, em Guarapuava.

Conforme o relato do filho (19 anos), que estava dormindo no outro quarto, por volta das 5h45 ele ouviu um barulho de tiro e avistou o namorado (41 anos) da mãe saindo e fugindo em um GM/Prisma.

O rapaz encontrou a mãe deitada na cama, ferida, mas ainda com sinais vitais. Segundo o boletim da Polícia Militar (PM), o óbito foi constatado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Diante da situação, a PM acionou a Polícia Civil, o Instituto Médico Legal (IML) e a Polícia Científica para o isolamento do local.

O autor foi localizado morto. A arma usada estava junto com o sujeito.

Prudentópolis
20º
Tempo nublado
Ponta Grossa
19º
Tempo nublado
Guarapuava
18º
Tempo nublado
Curitiba
20º
Tempo nublado
Londrina
23º
Tempo nublado
União da Vitória
20º
Tempo nublado
  • É com pesar que a Funerária Anjo Gabriel e o PAF, comunicam o falecimento da Sra. Ana Ditkun.
  • É com pesar que a Funerária São Josafat e o Plano Sindi – Saúde, comunicam o falecimento da Sra. Alayde Lichi Americano.
  • É com pesar que a Funerária São João comunica o falecimento da Sra. Maria Jak Stempniak.
  • Prefeito de Ivaí Orli de Cristo lamenta a morte do Sr Guilherme Salvadori aos 106 anos de idade
  • É com pesar que a Funerária São João comunica o falecimento do Jovem Emerson Alexsandro Okaranski
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da pequena Mariah Parkuts Datczuk.
  • Ato em memória ao povo ucraniano foi realizado no parque Tingui em Curitiba
  • Bombeiros do Paraná têm melhor colocação entre sul-americanos no Grimpday
  • Paraná abre inscrições para intercâmbio de professores do ensino fundamental nos EUA
  • Procon-PR emite recomendação para coibir altas de preços dos repelentes contra mosquitos
  • Mega-Sena acumula novamente e prêmio chega a R$ 120 milhões
  • Cartórios do Paraná explicam registro de nascimento de crianças em ano bissexto