Contas de ex-prefeitos de Imbituva entram em pauta na Câmara

1 de dezembro de 2022 às 08:19

A Câmara de Imbituva deve iniciar, nas próximas semanas, as votações das contas municipais referentes aos exercícios fiscais de 2010, 2014 e 2016. Os vereadores deverão optar por referendar o parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PR), que reprovou as contas de gestões anteriores, ou ir contra os pareceres técnicos e aprovar as contas.

As irregularidades foram registradas durante as administrações dos ex-prefeitos Zezo Pontarolo (2010) e Bertoldo Rover (2014 e 2016). Para contrariar o parecer do TCE, são necessários ⅔ dos votos que, em Imbituva, representa o posicionamento de oito parlamentares.

Em entrevista ao Jornal da Manhã e Portal aRede, o presidente da Casa de Leis, vereador Élcio Galvão, explicou que a votação das contas de 2014 deve ocorrer já na próxima segunda-feira (5).

“As votações de contas são matérias que devem ser apreciadas de maneira específica na ordem do dia. O início no dia 5 já foi comunicado”, explicou.

De acordo com ele, existe a expectativa da votação referente ao ano de 2016 também ocorrer antes do recesso parlamentar, que terá início em 18 de dezembro. No entanto, a data da votação referente ao exercício de 2010 permanece indefinida.

Pareceres da Comissão e movimentações no TCE-PR

Para dar início às votações, a Câmara Municipal necessita dos pareceres favoráveis da Comissão de Finanças do Legislativo, levando em conta as recomendações do TCE-PR. Um dos responsáveis pela comissão, vereador Valmir Ribeiro, atualizou cada situação.

De acordo com ele, o parecer das contas de 2014 já foi emitido. “Para concluir o de 2016, ainda serão realizadas algumas análises. Até sexta-feira (2) o processo deve estar apto para votação”, explicou.

Com relação às contas de 2010, Ribeiro explica que o processo está paralisado. O ex-prefeito Zezo Pontarolo entrou com uma ação recisória junto ao TCE-PR para anular o julgamento feito pelo Tribunal. Como Zézo assumiu o poder Executivo apenas em 24 de novembro de 2010, ele solicita que as contas referentes ao ano sejam separadas em duas partes e que a responsabilidade pelas falhas identificadas pelo TCE-PR até 24 novembro sejam imputadas ao seu filho, Rubens Pontarolo, que foi o prefeito do período.

A explicação foi concedida pelo presidente da Câmara, Élcio Galvão, em entrevista ao jornal ‘Hoje Centro-Sul’.

Não há data definida para a votação desta ação solicitada pelo ex-prefeito. “Não podemos permitir a análise de dois processos ao mesmo tempo. Não vamos ‘atropelar’ nada. Seguiremos de acordo com o que está na Lei”, disse Valmir Ribeiro, ao justificar a demora na emissão do parecer da comissão.

Prudentópolis
18º
Chuvas esparsas
Ponta Grossa
17º
Tempo nublado
Guarapuava
16º
Chuvas esparsas
Curitiba
19º
Chuvas esparsas
Londrina
21º
Parcialmente nublado
União da Vitória
17º
Tempo nublado
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  e o Plano Sindi-Saúde comunica o falecimento
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat e o Plano Sindi-Saúde   comunica o falecimento
  • É com pesar que e a Funerária São João  e o Plano Uni-Paz   comunica o falecimento do senhor
  • É com pesar que e a Funerária São João  e o Plano Uni-Paz   comunica o falecimento
  • É com pesar que e a Funerária São João  e o Plano Uni-Paz   comunica o falecimento do senhor João Senkiu Sobrinho aos 59 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária São João e o Plano Uni-Paz comunica o falecimento
  • Cooperativa Sicredi Centro Sul PR/SC/RJ impulsiona o Programa Empreenda Sicredi – Conta com a Gente nas suas agências.
  • Censo IBGE foi prorrogado até o dia 24 de fevereiro
  • Preso homem que destruiu relógio histórico no Palácio do Planalto
  • Saiba o que o INSS pode considerar como prova de vida
  • Consumidor poderá utilizar o PIX para pagar conta de luz
  • Lula defende diálogo entre países na VII Cúpula da Celac