Pesquisadores e extensionistas do IDR-Paraná vão mostrar novas tecnologias no Show Rural 2023

20 de janeiro de 2023 às 13:28

Mais de cem pesquisadores e extensionistas do IDR-Paraná vão participar do Show Rural Coopavel, de 6 a 10 de fevereiro, em Cascavel, no Oeste do Estado.

O evento, promovido pela Coopavel, é um dos maiores do País no segmento agropecuário. Espera-se que neste ano o público supere as 285 mil pessoas que passaram pelo parque em 2022.

O instituto mantém uma área de 2,5 hectares no Parque Tecnológico da Coopavel e preparou mais de dez unidades demonstrativas para divulgar diversas tecnologias que podem ser aplicadas nas propriedades rurais.

Um dos primeiros segmentos preparados pelos profissionais do IDR-Paraná é a Vitrine Tecnológica de Agroecologia, que mostra diversos sistemas de produção de alimentos orgânicos.

O visitante poderá conhecer tecnologias de baixo custo, adaptadas a diferentes modelos sustentáveis de produção.

Também será possível acompanhar o processo de conversão da produção convencional para a orgânica, além dos detalhes da transição de sistemas para a produção sem insumos químicos.

Na área de produção de grãos os temas são direcionados aos sistemas com práticas sustentáveis. Serão demonstrados trabalhos da pesquisa e extensão nas culturas de soja, feijão, milho, mandioca, cultivares de café e plantas de cobertura.

O manejo e conservação do solo e da água, o sistema de produção em consórcio entre culturas (milho e braquiária) e o controle da cigarrinha no milho estarão entre os temas do estande.

Neste ano o IDR-Paraná vai apresentar novas cultivares de soja, milho, mandioca, feijão e plantas de cobertura que foram desenvolvidos e lançados pelo Instituto. Também serão apresentadas duas variedades de feijão, a IPR Águia e a IPR Cardeal, e uma de milho, o IPR 216.

Produzir olerícolas com alta qualidade é um desafio tanto para os produtores quanto para os profissionais do IDR-Paraná que prestam o serviço de assistência técnica.

Neste ano, os extensionistas mostrarão na feira que é possível produzir tomates, pimentões e berinjelas em estufas, sem o uso de agroquímicos.

O Instituto também apresenta uma proposta arrojada na área de fruticultura, com a unificação das áreas de pesquisa e extensão. O visitante terá a oportunidade de conhecer as principais espécies frutíferas que podem ser cultivadas na região, além de variedades desenvolvidas pela pesquisa.

A área tem plantas em fase inicial e também em plena produção. A novidade deste ano é a amora-preta, mas ainda há parcelas com o plantio de abacate, manga, atemóia, abacaxi, maracujá, figo, citros, banana, pitaya, goiaba, caqui e acerola.

A piscicultura é outro tema relevante para a economia da região Oeste. Trata-se de uma atividade responsável pela renda de inúmeras famílias rurais. Para os extensionistas do IDR-Paraná, a criação comercial de peixes é indicada para propriedades com boas reservas de água. O visitante do Show Rural poderá conhecer, no estande do IDR-Paraná, algumas técnicas modernas de criação e manejo de peixes de cativeiro, especialmente a tilápia.

AGROINDÚSTRIA FAMILIAR E TURISMO RURAL – O Show Rural conta com a Feira da Agroindústria Familiar Rural, um espaço para divulgar e comercializar os produtos regularizados de produtores assistidos pelo IDR-Paraná. Trinta empreendedores, entre cooperativas e associações, vão participar da feira nos cinco dias do evento. Uma parceria firmada entre Coopavel, Fetaep, IDR-Paraná e Seab ampliou o Barracão da Agroindústria que passou a ter 525 m² dedicados à produção dos empreendedores familiares rurais da região.

Já as prefeituras, por meio das Secretarias de Assistência Social e Associações de Artesãos, participam expondo os diversos tipos de artesanatos confeccionados pelas mulheres agricultoras, clubes de mães e associações de artesãos da região Oeste.

O turismo está em franca ascensão no Paraná e vem se transformando numa fonte de renda e emprego também no meio rural. Para quem pensa em explorar a atividade, o Show Rural pode ser a oportunidade de discutir com especialistas como organizar uma propriedade com agroturismo e explorar elementos e atrativos para encantar o turista. Durante o evento serão divulgados os circuitos das Caminhadas na Natureza e a melhor forma de estruturar rotas turísticas numa localidade.

PECUÁRIA – A importância da pecuária é inegável para a economia paranaense. Por isso, o IDR-Paraná dedica uma parte do seu espaço para apresentar uma sequência de temas relacionados à produção de bovinos de leite. Os técnicos vão abordar desde a produção do pasto até a obtenção de leite com a qualidade exigida pelo mercado. No estande há uma coleção de forrageiras com as principais espécies recomendadas. Os interessados poderão conversar com os pesquisadores sobre temas como nutrição animal, criação de bezerras e integração lavoura-pecuária.

ÁGUA – Como a proteção das nascentes é fundamental nas propriedades rurais, o IDR-Paraná idealizou o “Caminho das Águas”, no qual são apresentadas práticas de proteção de fontes com a técnica de solo cimento. Os extensionistas também vão demonstrar modelos de sistemas de destino de dejetos humanos e de águas usadas, como a fossa biodigestora da Embrapa, a fossa zona de raízes e a fossa evapotranspiração. Maquetes foram preparadas, em parceria com a Sanepar, para explicar o funcionamento dessas tecnologias.

Além da proteção das fontes naturais, o produtor pode captar e armazenar água da chuva, tendo uma reserva para usos diversos em sua propriedade. A construção de cisternas, com volumes de armazenamento de acordo com a necessidade, pode atender a essa demanda. Os profissionais do IDR-Paraná mostram que essa tecnologia de baixo custo e fácil instalação pode ser uma alternativa para o uso responsável e sustentável da água.

ENERGIAS RENOVÁVEIS – Saber usar os recursos naturais, de forma consciente, é um fator preponderante para o sucesso da propriedade rural. Vem daí a preocupação dos técnicos de levar ao Show Rural informações sobre fontes de energias renováveis. O tema, contemplado pelo Programa Paraná Energia Rural Renovável (RenovaPR), criado pelo Governo do Estado, também estará presente.

Os extensionistas aproximam dos visitantes novas tecnologias que produzem energias limpas como os sistemas fotovoltaicos (solar) e a produção de biogás, a partir da biomassa. Os técnicos estarão à disposição do público para esclarecer dúvidas sobre financiamentos e subvenção de juros por meio do Banco do Agricultor Paranaense.

Prudentópolis
18º
Chuvas esparsas
Ponta Grossa
17º
Tempo nublado
Guarapuava
16º
Chuvas esparsas
Curitiba
19º
Chuvas esparsas
Londrina
21º
Parcialmente nublado
União da Vitória
17º
Tempo nublado
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  e o Plano Sindi-Saúde comunica o falecimento
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat e o Plano Sindi-Saúde   comunica o falecimento
  • É com pesar que e a Funerária São João  e o Plano Uni-Paz   comunica o falecimento do senhor
  • É com pesar que e a Funerária São João  e o Plano Uni-Paz   comunica o falecimento
  • É com pesar que e a Funerária São João  e o Plano Uni-Paz   comunica o falecimento do senhor João Senkiu Sobrinho aos 59 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária São João e o Plano Uni-Paz comunica o falecimento
  • Cooperativa Sicredi Centro Sul PR/SC/RJ impulsiona o Programa Empreenda Sicredi – Conta com a Gente nas suas agências.
  • Censo IBGE foi prorrogado até o dia 24 de fevereiro
  • Preso homem que destruiu relógio histórico no Palácio do Planalto
  • Saiba o que o INSS pode considerar como prova de vida
  • Consumidor poderá utilizar o PIX para pagar conta de luz
  • Lula defende diálogo entre países na VII Cúpula da Celac