PF terá metade das superintendências comandada por mulheres

20 de janeiro de 2023 às 13:53

Serão administradas por elas as unidades da Polícia Federal de Alagoas, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraíba, Rio Grande do Norte, Rondônia, Santa Catarina e Sergipe.

Metade das 18 superintendências da Polícia Federal será ocupada por mulheres. As nomeações foram publicadas no Diário Oficial dessa quarta-feira (18).

Elas serão responsáveis pelo planejamento, direção, coordenação, controle e execução das atividades institucionais e operacionais nos estados.

Segundo o diretor-geral da corporação, Andrei Passos Rodrigues, a participação feminina nos cargos estratégicos é fruto da credibilidade e da competência das profissionais nomeadas.

Ele disse, ainda, que é compromisso, em sua gestão, promover ações para que as mulheres tenham condições de exercer suas funções com autonomia.

Serão administradas por mulheres as superintendências da Polícia Federal, de Alagoas, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraíba, Rio Grande do Norte, Rondônia, Santa Catarina e Sergipe.

Prudentópolis
18º
Tempo nublado
Ponta Grossa
17º
Tempo nublado
Guarapuava
16º
Chuvas esparsas
Curitiba
20º
Tempo nublado
Londrina
22º
Parcialmente nublado
União da Vitória
18º
Tempo nublado
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  e o Plano Sindi-Saúde comunica o falecimento
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat e o Plano Sindi-Saúde   comunica o falecimento
  • É com pesar que e a Funerária São João  e o Plano Uni-Paz   comunica o falecimento do senhor
  • É com pesar que e a Funerária São João  e o Plano Uni-Paz   comunica o falecimento
  • É com pesar que e a Funerária São João  e o Plano Uni-Paz   comunica o falecimento do senhor João Senkiu Sobrinho aos 59 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária São João e o Plano Uni-Paz comunica o falecimento
  • Cooperativa Sicredi Centro Sul PR/SC/RJ impulsiona o Programa Empreenda Sicredi – Conta com a Gente nas suas agências.
  • Censo IBGE foi prorrogado até o dia 24 de fevereiro
  • Preso homem que destruiu relógio histórico no Palácio do Planalto
  • Saiba o que o INSS pode considerar como prova de vida
  • Consumidor poderá utilizar o PIX para pagar conta de luz
  • Lula defende diálogo entre países na VII Cúpula da Celac