Com Escola Bonita, Governo do Paraná investirá mais R$ 100 milhões na educação

16 de fevereiro de 2023 às 17:05

Em um encontro com cerca de 2 mil diretores escolares de todo o Paraná em Foz do Iguaçu nesta quinta-feira (16), o governador Carlos Massa Ratinho Junior anunciou um pacote de cerca de R$ 100 milhões em investimentos para a revitalização das escolas da rede estadual de ensino. O montante faz parte do programa Escola Bonita, cujos recursos podem ser utilizados pelas gestões escolares para a execução de reformas ou aquisição de equipamentos e mobiliários.

O objetivo é garantir que os estudantes e os profissionais da Educação tenham espaços adequados e propícios à aprendizagem e ao convívio da comunidade escolar. Este é o terceiro lote de investimentos liberados pelo Governo do Estado no âmbito do programa. Em 2020, ocorreu o primeiro aporte, de R$ 19,2 milhões, valor que aumentou para R$ 25 milhões em 2022 e que, com o novo investimento anunciado agora, totaliza R$ 144,2 milhões para melhoria dos colégios.

“Estamos lançando a nova etapa do programa Escola Bonita, que terá um investimento próximo de R$ 100 milhões, para que todas as escolas possam fazer reformas, melhorar os seus refeitórios, quadras esportivas e ampliar as salas de aula conforme necessário. Isso deixa o ambiente escolar mais saudável e adequado para receber os nossos alunos e professores para mais um ano letivo”, informou o governador.

Ele também destacou a avanço da Educação no Paraná. “Assumimos o Estado como sétimo lugar no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) e hoje o Paraná é reconhecido como a melhor educação do País. Isso é fruto do trabalho de união do Governo do Estado, professores, educadores, pedagogos, diretores e pais, que entenderam esse modelo ousado que estamos implementando na educação, preparando os filhos dos paranaenses para o futuro”, concluiu Ratinho Junior.

AUTONOMIA – Cada diretor pode definir como utilizar os recursos de acordo com as necessidades prioritárias específicas das unidades escolares que gerenciam. As intervenções incluem pinturas, reparos estruturais, melhorias nos espaços comuns, bibliotecas, laboratórios, quadras esportivas e pátios, além de serviços especializados de jardinagem e limpeza.

O investimento é feito pela Secretaria de Estado da Educação com recursos provenientes do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional (Fundepar), órgão vinculado à pasta. O trabalho integrado do Governo do Estado conta ainda com a participação de equipes de engenharia da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar) e da Paraná Edificações, responsáveis pela fiscalização das obras.

Marcela Maria de Campos é diretora do Colégio Estadual Érico Veríssimo, de Faxinal, que já recebeu verbas do programa anteriormente. Ela conta que utilizou os recursos para ampliar a cozinha da escola, o que permitiu que o colégio também se transformasse em uma unidade de ensino em tempo integral. “Com o dinheiro do Escola Bonita conseguimos ampliar a cozinha, que atualmente serve 786 almoços por dia. Quem está no chão da escola sabe a importância disso. As cozinheiras têm trabalhado com o maior capricho e os alunos estão gostando muito”, relatou.

Outra unidade contemplada foi a Escola Estadual José Sarmento Filho, em Iretama. Para o diretor, Vicente Moreira da Silva, o programa foi uma oportunidade de atender uma antiga demanda da comunidade escolar. “Era um sonho de algum tempo fazer uma reforma geral na quadra de esportes. Também fizemos reparos na pintura geral do colégio, entregando para os alunos um ambiente mais acolhedor”, contou.

Segundo o secretário de Estado da Educação, Roni Miranda, a meta do Escola Bonita é abranger toda a rede estadual de ensino. “Nesta nova etapa, o Escola Bonita vai ter uma capilaridade em que praticamente 100% das escolas que ainda não receberam obras serão reformadas. Foi um pedido que recebi dos diretores e que já tratamos com o governador para poder atender”, garantiu.

De acordo com o diretor-presidente da Fundepar, Marcelo Bueno, as unidades escolares necessitam de intervenções constantes devido às características da maior parte da rede estadual. “Essa verba é basicamente para serviços de engenharia, como reformas de parede, pisos e telhados, além de serviços hidráulicos e elétricos. As escolas paranaenses têm em média 50 anos, então elas precisam de reformas a cada três ou quatro anos e fazia muitos anos que não recebiam recursos para obras, o que gerou um desgaste maior pela falta de manutenção”, justificou.

OUTRAS INICIATIVAS – O Escola Bonita não é o único programa focado na melhoria da infraestrutura escolar da rede estadual em andamento. Em 2022, o Estado também repassou R$ 33,2 milhões do Fundo Rotativo para os colégios estaduais de maneira descentralizada. O dinheiro foi usado para a compra de materiais de expediente, de limpeza e pedagógicos e para pequenos reparos na infraestrutura.

Por meio do Instituto Fundepar, o Governo também está investindo outros R$ 100 milhões para a substituição das últimas 400 salas de aula de madeira existentes no Paraná, que serão substituídas por novas estruturas em alvenaria. A medida garante a melhoria do conforto térmico e acústico, além de mais segurança para estudantes, professores e outros funcionários escolares.

As novas salas são feitas em um sistema sustentável. A construção modular é considerada ecológica, uma vez que reduz o desperdício de material, economiza tempo de construção e proporciona espaços padronizados em relação a medidas e formatos. Nesse momento, há obras em andamento em sete escolas de Piraquara, Almirante Tamandaré, Fazenda Rio Grande, Campo Largo, Londrina, Apucarana e Rio Branco do Ivaí, cujos serviços deverão ser concluídos até o fim de abril.

PRESENÇAS – Também participaram do evento em Foz do Iguaçu o diretor-presidente da Fundepar, Marcelo Pimentel Bueno; secretário de Estado da Comunicação, Cleber Mata; a chefe do Núcleo Regional da Educação de Foz do Iguaçu, Silvana Garcia; o prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro; e os deputados estaduais Hussein Bakri (líder do Governo) e Matheus Vermelho.

(Matéria: AENPr/ Foto: Gilson Abreu).

Prudentópolis
19º
Tempo limpo
Ponta Grossa
19º
Tempo limpo
Guarapuava
22º
Tempo limpo
Curitiba
25º
Tempo limpo
Londrina
28º
Parcialmente nublado
União da Vitória
18º
Tempo limpo
  • É com pesar que e a Funerária Anjo Gabriel comunica o falecimento do Sr Abel Zaias aos 70 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária Anjo Gabriel comunica o falecimento da Sra Izaide Josefa Gonçalves aos 84 anos de idade
  • É com pesar que Comunicamos  o falecimento da Sra Sophia Horbus, mãe do Padre Dionísio, nosso pároco!
  • É com pesar que e a Anjo Gabriel comunica o falecimento do Sr Carmelino Souza aos 70 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat comunica o falecimento do Sr Salvador Szawczuk aos 77 anos de idade
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat comunica o falecimento do Sr Severo Czekalski aos 46 anos de idade vitima de acidente
  • Solenidade de formatura alusiva a tiradentes no 16⁰ BPM
  • Moradora de Prudentópolis cai em golpe virtual e perde cerca de quinze mil reais
  • Mais de 930 mil alunos da rede estadual fazem a Prova Paraná a partir de segunda-feira
  • Provas do concurso para perito criminal serão realizadas domingo em três cidades
  • 4ª parcela do IPVA de veículos com final de placa 5 e 6 vence nesta sexta-feira
  • Professoras da rede estadual transformam experiências de vida em livros infantis