Estado define estratégia para realizar mutirão de cirurgias de urgência e emergência

22 de fevereiro de 2023 às 09:28

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), em parceria com o Hospital Universitário da Unioeste de Cascavel (HUOP), irá intensificar a realização de cirurgias de caráter emergencial nos próximos dias.

A estratégia atua como medida de retaguarda para desafogar as filas de atendimento na região, sobretudo devido à alta demanda durante o período de Carnaval.

“Temos de ressaltar dois pontos essenciais: esta é uma ação que possui precedentes históricos. São medidas comuns em momentos de grandes festividades, onde infelizmente registramos uma alta nas demandas da rede de urgência e emergência.

Por isso, realizamos este contato com o Hospital Universitário, que prontamente se colocou à disposição para atuar neste mutirão de cirurgias” destacou o secretário de Estado da Saúde, César Neves.

O reitor da Universidade, Alexandre Webber, considerou a ação como valiosa para a assistência da população.

“Nossa ligação com a secretaria possui profundas raízes, com uma parceria que se tornou ainda mais considerável durante o enfrentamento da pandemia da Covid-19.

Estes mutirões, que devem se iniciar nesta segunda-feira, permitem um novo fluxo para a fila de espera de cirurgias da rede de urgência e emergência, desafogando as Unidades de Pronto Atendimento e garantindo maior capacidade de operação para toda a Região Oeste”, avaliou.

Além da expansão de cirurgias, a 10ª Regional de Saúde de Cascavel também deverá receber a habilitação de novos leitos nos próximos dias.

“O Estado tem investido consistentemente no HUOP, que já se provou como uma estrutura exitosa. Apenas no último ano, realizamos o repasse de R$ 265,8 milhões para custeio da unidade, além de um aporte no valor de R$ 10,3 para a finalização da obra de construção da ala materno-infantil do hospital.

Além disso, nos próximos dias, iremos anunciar a abertura de novos leitos para toda a Região. A orientação do governador Ratinho Junior foi de garantir que nenhum paciente fique desassistido e essas ações convergem neste caminho”, completou o secretário.

OPERA PARANÁ – Mesmo com a pandemia, o Estado do Paraná realizou mais de 1,5 milhão de cirurgias eletivas desde 2019. No último ano, o governo do Estado deu início ao maior programa de cirurgias eletivas da história, o Opera Paraná, com um aporte de R$ 150 milhões.

A segunda fase do programa, prevista para ter início ainda neste ano, também receberá o mesmo investimento.

Prudentópolis
11º
Tempo nublado
Ponta Grossa
Tempo limpo
Guarapuava
11º
Tempo nublado
Curitiba
Neblina
Londrina
15º
Tempo limpo
União da Vitória
12º
Tempo nublado
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  comunica o falecimento da Sra Nadia Martinhuk  Gelinski aos 81 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Olga Prenechuki Rodovanaki
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Amélia Andre Suchodolak.
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Nair Alves De Oliveira Parolin.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  comunica o falecimento do Sr Jose Olovati aos 78 anos.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  comunica o falecimento da Sra Regina Lusia de Lima Vaz aos 64 anos
  • Mais R$ 5,5 milhões da indenização da Petrobras irão para novos projetos ambientais
  • Inscrições: Empreendedoras da Beleza oferta cursos gratuitos de maquiagem na RMC
  • Com novo comitê, Paraná atinge 100% de cobertura das regiões hídricas do Estado
  • Estado reforça apoio aos municípios para mulheres, igualdade racial e idosos
  • Adapar adere à programa nacional para acesso a imagens de alta resolução
  • Piana apresenta potenciais logísticos e turísticos para nova cônsul do Paraguai