Prêmio Queijos do Paraná tem inscrições prorrogadas

27 de fevereiro de 2023 às 16:18

As inscrições para o Prêmio Queijos do Paraná foram prorrogadas até o dia 31 de março. O certame foi lançado em agosto do ano passado para promover e valorizar os derivados lácteos produzidos no Estado. Podem participar queijeiros artesanais e as indústrias.

A avaliação e a premiação ocorrerão em cerimônia em 1º de junho (Dia Internacional do Leite), no Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba. Conforme avaliação sensorial e critérios técnicos, os vencedores podem ganhar medalha de bronze, prata, ouro ou super-ouro.

A prorrogação ocorreu para que produtores de queijos – artesanais e industriais – que estão em processo de regularização finalizem seu processo de inscrição. O lançamento do Prêmio Queijos do Paraná provocou um movimento entre queijeiros e pequenas indústrias, que buscaram obter certificados de inspeção, de fiscalização e de órgãos regulatórios. Muitos desses produtores iniciaram os trâmites e aguardam resposta das autoridades.

O Prêmio é idealizado e promovido por um comitê gestor formado por IDR-Paraná (Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná – Iapar-Emater), Sistema Faep/Senar-PR, Sebrae-PR e Sindileite-PR. Outras 28 entidades são apoiadoras da iniciativa – incluindo órgãos públicos, associações e universidades públicas e privadas –, o que demonstra a confluência de esforços em torno do ideal de dar visibilidade aos queijos produzidos no Estado e de otimizar a cadeia, com foco no futuro. O regulamento e a ficha de inscrição podem ser acessados no site do IDR-Paraná.

CURSOS

Para preparar os produtores e agroindústrias interessados em participar do prêmio, o IDR-Paraná promoveu uma série de cursos de capacitação. Desde agosto de 2022, os técnicos do Instituto reuniram queijeiros de todo o Estado em diversos eventos, abordando desde a produção de queijos frescos até técnicas de maturação.

Além dos cursos, os queijeiros da Região Metropolitana de Curitiba conheceram o trabalho das queijarias que produzem o queijo mais famoso do Brasil, na Serra da Canastra. Localizada no Sudoeste de Minas Gerais, atualmente é um destino disputado por turistas. A região guarda belas paisagens e um dos principais patrimônios imateriais do país: o queijo Canastra.

Os paranaenses visitaram quatro queijarias e viram de perto todo o trabalho para produzir um queijo com identidade da região. Mais de 290 agroindústrias e produtores foram beneficiados em todo o Estado, totalizando 148 horas de conteúdo.

“Não devemos nada para ninguém. Temos qualidade, tradição, e vamos ficar cada vez melhores com todo este processo pedagógico para os produtores rurais”, disse o presidente do IDR-Paraná, Natalino Avance de Souza.

METODOLOGIA

Outro ponto que merece destaque é a metodologia no prêmio. Os produtos serão avaliados por uma banca especializada e receberão pontos de zero a 20, de acordo com critérios pré-estabelecidos. Os que obtiverem 18 pontos ou mais serão condecorados com a medalha de ouro. Para receber medalha de prata, é preciso fazer pelo menos 16 pontos. Quem fizer 14 pontos, fica com o bronze. A comissão julgadora pode, ainda, indicar os melhores queijos à seleção final, com a possibilidade de serem reconhecidos com a medalha super-ouro.

Os medalhistas poderão usar a condecoração como selos na embalagem de seu produto, referendando que se trata de um queijo premiado. Os vencedores também receberão outros prêmios, que vão desde consultoria de gestão e de design de embalagem até treinamentos voltados ao processo de produção. Todos os participantes receberão um relatório técnico com apontamentos a respeito do seu produto.

Para abranger o maior número possível de produtores e indústrias, o prêmio tem 19 categorias: 12 voltadas a variedades produzidas a partir de leite de vaca; duas de leite de cabra; duas de leite de ovelha; duas de leite de búfala; e uma categoria para criações, como queijos aromatizados ou condimentados. Um dos pré-requisitos é que os queijos participantes – artesanais e industriais – tenham sido produzidos no Paraná. A iniciativa vai se consolidar como uma vitrine dos lácteos produzidos no Estado.

O Prêmio Queijos do Paraná faz jus à importância que o setor lácteo tem para a economia do Estado. São mais de 50 mil produtores paranaenses dedicados à atividade, com a produção diária de 12 milhões de litros de leite – dos quais 5 milhões são destinados à fabricação de queijos. Com isso, o leite é o quarto produto agropecuário do Paraná em Valor Bruto de Produção (VBP), movimentando R$ 9 bilhões ao ano. A produção de queijos agrega valor à matéria-prima, incrementando a geração de renda de produtores rurais e da agroindústria.

Serviço:
Prêmio Queijos do Paraná
Inscrições: até 31 de março
Premiação: 1º de junho
Regulamento e inscrições AQUI.

(Matéria: AENPr*).

Prudentópolis
24º
Tempo nublado
Ponta Grossa
24º
Tempo nublado
Guarapuava
22º
Tempo nublado
Curitiba
24º
Tempo limpo
Londrina
26º
Tempo limpo
União da Vitória
26º
Parcialmente nublado
  • É com pesar que e a Funerária Anjo Gabriel comunica o falecimento do Sr Daniel Germano Pesck aos 82 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Maria Fiuza Ribeiro
  • É com pesar que a Funerária São João comunica o falecimento do Sr. Lademiro Petriw, popularmente conhecido como “Ladio”.
  • É com pesar que e a Funerária Anjo Gabriel comunica o falecimento do Sr Antenor Marconato aos 71 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sr. Ilor Vicente Pontarolo.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat comunica o falecimento da Sra Adelaide Woicik  Stasiu aos 80 anos de idade.
  • Acidente Fatal na BR-373 em Prudentópolis: Colisão Frontal Resulta em Morte 
  • Connect Week discute uso da inovação para uma agricultura mais sustentável
  • Paraná populariza inovação no Connect Week com anúncio de investimentos e projetos
  • Ranking destaca ações sustentáveis das universidades estaduais; UEL lidera no Paraná
  • IAT fiscaliza pesca irregular e fecha cativeiro de aves no Centro-Oeste do Estado
  • Fomento Paraná e BDMG firmam acordo de cooperação técnica