Onça-parda é solta na mata após resgate em área urbana de Engenheiro Beltrão

24 de março de 2023 às 14:43

Após uma ação de resgate de três horas e uma bateria de exames, a onça-parda encontrada no alto de uma árvore no perímetro urbano de Engenheiro Beltrão, no Centro-Oeste do Estado, voltou ao seu habitat natural no fim da tarde desta quinta-feira (23). O animal, um macho com 36 quilos, jovem e saudável, foi solto em uma área de proteção ambiental da região – por questões de segurança do felino o local não pode ser divulgado.

A captura mobilizou técnicos do Instituto Água e Terra (IAT), militares do Batalhão de Polícia Ambiental-Força Verde (BPAmb-FV) e um médico veterinário anestesista. Com a área completamente isolada, as equipes precisaram usar dardos tranquilizantes e redes para conter e evitar a fuga do felino.

Após o resgate, a onça foi encaminhada para a clínica veterinária do Centro Universitário Integrado, uma faculdade de Campo Mourão, também no Centro-Oeste. A bateria de exames e coleta de sangue confirmaram que o animal estava clinicamente saudável, o que permitiu a soltura na mata.

Chefe do escritório regional do IAT de Campo Mourão, Fabiano Viudes explicou que a região em que a onça foi encontrada fica ao lado de uma Área de Proteção Ambiental (APP). Segundo ele, muito provavelmente o animal transitou durante a noite e acabou entrando em um terreno em obras, em fase de loteamento.

“Ao adentrar nessa área, o bicho chegou à última rua do perímetro urbano de Engenheiro Beltrão e se escondeu no alto de uma árvore”, disse. “Vemos a presença de animais silvestres em perímetros urbanos de uma forma bastante natural. Reforça que temos um corredor biológico”.

FAUNA SILVESTRE

Desde 2019, a fauna silvestre ganhou um novo olhar no Paraná, com a criação dos Centros de Apoio aos Animais Silvestres (CAFS) e pelo Centro de Triagem e Atendimento de Animais Silvestres (CETAS). Em 2022, o Estado regulamentou a responsabilidade para o atendimento de ocorrências envolvendo o tema nos perímetros urbanos e periurbanos, com a Resolução Conjunta Sedest/IAT nº 13/2022.

Os atendimentos devem ser feitos em situações de fauna vitimada, quando ocorrem maus-tratos, tráfico ilegal, cativeiro irregular, atropelamento, entre outros. Nestes casos, são necessários assistência de médico veterinário e com encaminhamento aos CAFS e CETAS. Porém, também existem os registros de resgate e encaminhamento de animais, sem essa necessidade. Os casos mais comuns nessa situação envolvem aves, gambás e cobras, animais encontrados normalmente nas residências urbanas.

(Matéria: AENPr/Foto: IAT e Polícia Ambiental*).

Prudentópolis
24º
Chuvas esparsas
Ponta Grossa
22º
Tempo nublado
Guarapuava
22º
Chuvas esparsas
Curitiba
22º
Tempo nublado
Londrina
29º
Tempo limpo
União da Vitória
25º
Chuvas esparsas
  • É com pesar que a Funerária São Lucas comunica o falecimento do Irmão Leonidas Antônio Voidelo
  • É com pesar que e a Funerária Anjo Gabriel  comunica o falecimento da Sra Tolentina Gonçalves de Araújo aos 79 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária Anjo Gabriel  comunica o falecimento do Sr Elias Ernani Parhuts aos 66 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sr. Nilton Boraiko Vieira. Ocorrido aos 44 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat comunica o falecimento do Sr João Silva de Oliveira aos 74 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária Anjo Gabriel comunica o falecimento do Sr Abel Zaias aos 70 anos de idade.
  • Genoma SUS recruta bolsistas nas áreas de ciência de dados e bioinformática
  • Economia Verde do Paraná alcança R$ 140 bilhões e já representa 32,9% do PIB
  • Em ação do MPPR em Castro, Judiciário determina que concessionária isente de pedágio pessoas em tratamento de saúde
  • Prefeitura de Guamiranga realiza cascalhamento em estradas rurais, beneficiando desta vez a comunidade de Àgua branca.
  • Fazenda e Receita alertam para envio de guias falsas de IPVA por e-mails e SMS
  • 12,8 mil estudantes de graduação da UEL devem realizar a renovação de matrículas para 2024