Nos pênaltis, FC Cascavel vence o Operário e está na final do Campeonato Paranaense 2023

27 de março de 2023 às 08:37

Mais uma vez o FC Cascavel sofreu uma enorme pressão jogando fora de casa pelo Campeonato Paranaense. O Aurinegro enfrentou o Operário pela segunda partida da fase semifinal e no Germano Krüger o Fantasma assustou de todos os jeitos.

Com o estádio completamente lotado e tendo que vencer por dois gols de diferença para ficar com a vaga na final do Estadual, o time de Ponta Grossa se lançou ao ataque.

O técnico Rafael Guanaes escalou um time diferente do primeiro jogo para deixar o Operário mais ofensivo para o segundo jogo da semifinal com o FC Cascavel.

Na frente ele começou com Raphael Lucas e Rafael Oller, que entraram nas vagas de Marco Antônio e Lucas Hipólito. No sistema defensivo, sem Borech expulso no confronto de ida, o treinador optou por Jonathan Costa.

Com Lucas Coelho e Jacy recuperados de lesões, a Serpente também iniciou com um time diferente. Os dois foram titulares e Ferrugem e Juninho ficaram à disposição no banco de reservas. Apesar da pressão do adversário o time ficou mais compacto e com o Coelho segurando um pouco mais a bola no ataque.

No primeiro tempo foram sete finalizações e o goleiro André Luiz, com grandes defesas novamente, ajudou a segurar o empate. Na segunda etapa o FC Cascavel até conseguiu colocar um pouco mais a bola no chão e chegou ao gol do Operário.

Só que aos 32 minutos a pressão dos donos da casa deu resultado. Luidy, que tinha entrado a pouco tempo no jogo, fez jogada individual e na sequência pegou o rebote para fazer 1 a 0 Fantasma. Empurrado pela torcida o Operário aumentou a pressão e por muito pouco não chegou ao segundo logo depois.

No entanto, o placar não mudou mais. Com a vitória do FC Cascavel no primeiro jogo por 2 a 1, a decisão da vaga para a final foi para os pênaltis.

Nas cobranças diretas o FC Cascavel foi mais eficiente e venceu por 6 a 5, chegando a sua segunda final de Campeonato Paranaense.Robinho, Lucas Batatinha, Gama, Willian Gomes, Renanzinho e Ferrugem converteram as penalidades da equipe Aurinegra. Juninho, atacante que deve ir para o Palmeiras na próxima semana, parou no goleiro Rafael Santos.

Sávio, Mingotti, Felipe Augusto, Willian Machado e Índio foram precisos em suas cobranças. Felipe Tontini e Vinicius Diniz, que começaram a partida no banco, viram André Luiz defender as cobranças deles. Aliás, Tontini teve a chance de fechar a conta na série melhor de cinco. Quando as penalidades estavam 4 a 3 para o Fantasma, era só ele converter para acabar com qualquer chance da Serpente, mas o iluminado André não deixou que isso acontecesse.

O rival será definido amanhã (26) no duelo entre Athletico e Maringá na Arena da Baixada às 16h. O Furacão venceu o primeiro jogo no interior do Paraná por 2 a 0 e tem uma boa vantagem para o confronto deste domingo (26). Independente de qual seja o rival, o FC Cascavel sabe que terá que buscar o troféu de campeão fora de casa, já que na primeira fase ficou atrás de Athletico e Maringá na classificação geral.

O jogo – 1º tempo

De forma geral o Operário dominou o primeiro tempo. A primeira chegada dos donos da casa foi aos oito minutos. Raphael Lucas recebeu de Mingotti e finalizou dentro da área, mas André Luiz fechou bem o ângulo do atacante.

Dois minutos depois foi a vez de Jonathan Costa cabecear para grande intervenção de André. Aos 15 minutos Sávio conseguiu finalizar, mas o goleiro do FC Cascavel impediu que o gol saísse. Gama arriscou de fora da área e respondeu com certo perigo, mas a bola desviou no meio do caminho e saiu pela linha de fundo.

Os donos da casa seguiram pressionando e Raphael Lucas teve uma boa oportunidade de marcar. Ele ficou livre na área para finalizar, só que pegou muito mal na bola e jogou longe do gol.

Willian Machado cabeceou forte aos 33 minutos e André Luiz defendeu mais uma. Pelo alto Vinicius Mingotti, artilheiro do time, também teve sua chance. A bola passou perto da trave do FC Cascavel. A última tentativa da etapa inicial foi de Ferreira, do Operário, que bateu da entrada da área, mas errou o alvo.

2º tempo

Na volta do intervalo o técnico Luiz Carlos Cruz fez duas alterações na equipe. Tirou César Morais, que tomou amarelo no primeiro tempo, e colocou Mateus em seu lugar. Juninho, atacante negociado com o Palmeiras, entrou no lugar de Gaspar. As mexidas mudaram um pouco a postura do time cascavelense, que sofreu um pouco menos.

Na etapa final a primeira chegada foi do Aurinegro. Robinho recebeu com liberdade e mandou uma bomba de longe. Rafael Santos espalmou a batida do meia. A resposta veio aos 11 minutos com Raphael Lucas, que mais uma vez errou a conclusão. Mais frio na disputa, Rafael Guanaes promoveu três entradas ao mesmo tempo com 14 minutos. Felipe Tontini, Arthur Neves e Jean Carlos entraram. Saíram Dudu Scheit, Jonathan Costa e Rafael Oller.

Aos 18 minutos Vinicius Mingotti foi quem teve espaço e bateu colocado de fora da área. André Luiz não alcançou, mas a bola saiu passando muito perto da trave direita do goleiro. Juninho fez jogada individual pela esquerda, tirou a marcação e bateu forte, rasteiro, mas no meio do gol, facilitando a defesa de Rafael Santos.

Aos 26 minutos Luidy foi chamado por Rafael Guanaes e saiu Raphael Lucas no Fantasma. Aos 31 minutos Luiz Carlos Cruz mudou novamente. Ferrugem no lugar de Jacy e Lucas Batatinha entrou na vaga de Lucas Coelho.

Um minuto após as mudanças no FC Cascavel, Luidy fez uma grande jogada individual, foi passando pelos marcadores e rolou para Felipe Augusto, que bateu de primeira, a bola tocou em Mingotti e sobrou para o próprio Luidy abrir o placar aos 32 minutos. O VAR analisou o lance e validou o gol.

Aos 34 minutos Jean Carlos fez boa jogada pela direita de ataque do time da casa e cruzou com muito perigo na pequena área. Ninguém apareceu para mandar para o gol do FC Cascavel. Três minutos mais tarde, após cobrança de escanteio, por muito pouco o zagueiro Willian Machado não mandou para o gol na segunda trave. Final de jogo: Operário 1 x 0 FC Cascavel.

Cobranças de pênaltis:

O lateral Sávio abriu a série para o Operário e bateu no ângulo para fazer 1 a 0.

Robinho, ex-Operário, pegou a bola para fazer a primeira cobrança do Aurinegro. Sob vaias, o camisa 20 cobrou muito bem e empatou em 1 a 1.

O atacante Vinicius Mingotti chutou o segundo pênalti do Operário e não desperdiçou. André foi na bola.

Lucas Batatinha, que também já jogou no Operário, bateu com tranquilidade e empatou a parada: 2 a 2.

Felipe Augusto pegou a bola para a terceira cobrança e bateu no canto para fazer 3 a 2.

Juninho, jovem de 18 anos, chamou a responsabilidade na terceira cobrança do FC Cascavel e o goleiro Rafael Santos pegou no canto esquerdo.

Depois o zagueiro Willian Machado converteu a quarta cobrança do Operário. A bola passou em baixo de André Luiz.

Gama foi para a bola e tinha que fazer para a Serpente seguir no páreo. O meia deslocou o goleiro e diminuiu para 4 a 3.

A quinta cobrança do Operário foi de Felipe Tontini. André tinha que pegar para o FC Cascavel seguir vivo. E o camisa 1 fez a sua parte, defendendo o chute fraco do camisa 8.

Coube ao zagueiro Willian Gomes empatar a disputa. O capitão cobrou muito bem e deixou o dele: 4 a 4.

Índio, capitão do Operário, abriu a série de cobranças alternadas. Completando 100 jogos com a camisa do Fantasma, ele bateu bem e fez.

Renanzinho, na pressão da torcida, bateu para o Aurinegro e mandou no cantinho. Tudo igual, de novo: 5 a 5.

Vinicius Diniz cobrou a sétima penalidade do Operário e André Luiz brilhou mais uma vez, defendendo no canto esquerdo.

Coube a Ferrugem, experiente, a chance de fechar a conta. O volante mandou no ângulo, fez um golaço e garantiu o FC Cascavel na final: 6 a 5 para os visitantes nos pênaltis.

Prudentópolis
26º
Tempo nublado
Ponta Grossa
24º
Tempo nublado
Guarapuava
24º
Tempo nublado
Curitiba
25º
Tempo limpo
Londrina
28º
Tempo limpo
União da Vitória
27º
Parcialmente nublado
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Erondina da Silva.
  • É com pesar que e a Funerária Anjo Gabriel  comunica o falecimento do Sr Paulo Rebinski aos 52 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat comunica o falecimento do Sr Vassilio Okaranski Neto aos 59 anos.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat comunica o falecimento do Sr Jordão Rodrigues dos Santos aos 73 anos
  • MORRE LOCUTOR ESPORTIVO SILVIO LUIZ, AOS 89 ANOS
  • É Com Pesar que Comunicamos o Falecimento do Sr. Manoel Vieira Ramos aos 86 anos.
  • 68% dos municípios do Paraná melhoraram taxa de alfabetização na última década
  • Segundo maior produtor nacional, Paraná se destaca pela qualidade do mel
  • IAT promove campanha para arrecadar agasalhos, cobertores e calçados em Guarapuava
  • XIII FENAFEP de Prudentópolis já tem programação divulgada. Confira!!!
  • Fazenda recebe técnicos do BID para avaliação de avanços na gestão fiscal do Paraná
  • Anjo Inovador: inscrições para programa de incentivo a startups encerram na próxima segunda