Dia do Refugiado foi celebrado na Escola Clotilde, em Prudentópolis

20 de junho de 2023 às 14:48

Nessa segunda-feira (19), a Escola Clotilde dos Santos Gomes celebrou o Dia do Refugiado.

Na ocasião especial, os alunos contaram com a presença da refugiada ucraniana Yuliia Antiokova, que atualmente mora em Prudentópolis, buscando refúgio da terrível guerra que assola seu país.

Yuliia compartilhou com as crianças suas experiências de vida desde o início da guerra, revelando as coisas que teve que deixar para trás e as pessoas queridas que perdeu em decorrência de um conflito sem previsão de término.

De acordo com a professora Leila Maria Lupepsa, Yuliia falou sobre as tristezas, dificuldades e a imensa saudade que sente de sua terra natal, da qual foi forçada a se afastar.

“No entanto, também enfatizou que foi acolhida de forma calorosa no Brasil. Ela ressaltou a importância de sermos gratos por tudo o que Deus nos proporciona, afirmando que sua vinda para o Brasil é uma segunda chance concedida por Ele, e que, apesar da devastação diária que ocorre na Ucrânia, tudo ficará bem”, disse a professora.

Além de Yuliia, a escola recebeu o escritor e historiador Anderson Prado, que apresentou seu livro intitulado A fortaleza de Wira.

A obra retrata a vida de uma sobrevivente do Holodomor, a grande fome imposta pela coletivização de grãos e alimentos realizada pelo regime stalinista nos territórios da União Soviética entre 1932 e 1933, bem como os horrores do nazismo. O autor relacionou brevemente a história da Ucrânia com o relato de Yuliia, criando uma conexão entre passado e presente.

“Esse encontro especial despertou nos nossos alunos um maior interesse pela leitura e pela escrita. Eles puderam perceber como as histórias reais podem nos tocar profundamente e nos proporcionar aprendizados valiosos sobre resiliência, empatia e compaixão. A conversa com Yuliia e a apresentação do livro de Anderson Prado foram enriquecedoras tanto para os educandos quanto para os convidados, gerando um intercâmbio de conhecimento e uma valorização ainda maior do respeito e do acolhimento aos refugiados”, completou a professora.

Conforme a escola, a educação é um poderoso instrumento de transformação e integração social.

Continuaremos a desenvolver atividades que promovam a conscientização sobre a causa dos refugiados, para que nossos alunos possam se tornar agentes de mudança e solidariedade em suas vidas.

(Informações e imagens: Leila Maria Lupepsa, revisão Nossa Gente**).

 

Prudentópolis
11º
Chuvas esparsas
Ponta Grossa
11º
Chuva
Guarapuava
11º
Chuvas esparsas
Curitiba
Neblina
Londrina
15º
Chuvas esparsas
União da Vitória
10º
Chuvas esparsas
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Nair Alves De Oliveira Parolin.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  comunica o falecimento do Sr Jose Olovati aos 78 anos.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  comunica o falecimento da Sra Regina Lusia de Lima Vaz aos 64 anos
  • É com pesar que a funerária Anjo Gabriel e o PAF comunicam o falecimento da Sra Rosa da Costa aos 82 anos de idade
  • É com pesar que a Funerária Anjo Gabriel e o PAF, comunicam o falecimento do Sr. José Acir Zanlorenzi.
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Maria Izabel de Lima
  • Paraná fecha primeiro semestre com saldo positivo de 68 mil empresas
  • Atenção, Prudentópolis! O número do SAMU mudou!!
  • 2ª edição da Corrida e Caminhada da Cooperação é realizado pela Sicredi Centro Sul PR/SC/RJ
  • Paraná tem 2º maior crescimento do País em 12 meses; turismo é destaque
  • Defesa Civil mostra como será teste de alerta climático em duas cidades do Paraná; veja vídeo
  • Piana destaca fortalecimento do turismo do Paraná com novo voo Curitiba-Buenos Aires