Baixa visibilidade: PRF alerta para segurança nas rodovias em dias de neblina

4 de setembro de 2023 às 15:17

este final de semana, a PRF registrou um engavetamento envolvendo vários veículos na BR-277, em Balsa Nova (PR). No momento do acidente, chovia e havia formação de neblina.

Em locais específicos, devido ao clima e a geografia do local, é comum que os motoristas encontrem condições de baixa visibilidade causadas pela neblina ou cerração. Nessas condições é importante que o motorista adote alguns cuidados extras em relação ao seu modo de dirigir no dia a dia.

Em consulta ao Simepar, a PRF foi informada de que na quarta (6), à noite, e na quinta (7), pela manhã, pode haver redução da visibilidade com a possibilidade de nevoeiros na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), especialmente nas regiões de serra. Na sexta (8) e no sábado (9), segue o quadro de instabilidade, por conta das chuvas, sendo os dias mais críticos no estado do Paraná. E, no domingo (10), permanece a previsão de redução da visibilidade por conta de chuvas, névoas e garoas na RMC.

Em geral, trechos de serra e baixadas estão mais sujeitos à ocorrência de neblina, principalmente nos períodos de maior incidência, no começo da manhã  e durante a madrugada. Ao perceber os primeiros sinais de neblina o motorista deve reduzir gradualmente a velocidade e manter aceso o farol baixo – mesmo durante o dia, e se veículo estiver equipado com luzes de neblina, acender também os faróis de neblina dianteiros e a luz de neblina traseira – geralmente esses sistemas acenderão uma luz de aviso no painel, semelhantes ao farol, sendo na cor verde para os faróis de neblina e na cor laranja, em sentido oposto, para a lanterna de neblina traseira.

Nunca, em hipótese alguma, deve-se ligar o pisca-alerta com o veículo em movimento dentro da neblina – isso pode confundir outros motoristas e causar acidentes.

Além dos cuidados já citados, a distância segura do veículo que segue à frente é a maior aliada da segurança nessas condições de visibilidade prejudicada. Caso possível, o motorista deve aumentar a distância até ver somente as luzes traseiras do veículo à frente. Com isso, caso aquele veículo precise fazer uma manobra brusca, o motorista que segue atrás terá um maior tempo de reação e com isso aumenta possibilidade de não se envolver em um acidente ocasionado por uma manobra arriscada.

Não menos importante é avaliar as condições de segurança para seguir viagem: se a neblina estiver densa ao ponto da visibilidade se restringir à poucos metros, o motorista deve se orientar pelas faixas laterais da pista e o mais prudente é encontrar um local seguro, como postos de abastecimentos, e aguardar as condições se tornarem mais favoráveis.

Prudentópolis
15º
Tempo nublado
Ponta Grossa
15º
Tempo nublado
Guarapuava
13º
Tempo nublado
Curitiba
16º
Tempo nublado
Londrina
18º
Tempo nublado
União da Vitória
15º
Tempo nublado
  • MORRE LOCUTOR ESPORTIVO SILVIO LUIZ, AOS 89 ANOS
  • É Com Pesar que Comunicamos o Falecimento do Sr. Manoel Vieira Ramos aos 86 anos.
  • É Com Pesar que Comunicamos o Falecimento da Sra. Leoni Ribeiro aos 74 anos.
  • É com pesar que a Funerária São João comunica o falecimento do Jovem Davi Felema.
  • É com pesar que a Funerária São João comunica o falecimento da Sra. Marilene Schwab
  • É com pesar que a Funerária São João comunica o falecimento da Sr Valdomiro Doroch .
  • Parceria da Cresol e Associação da Agricultura Familiar de Guamiranga vai beneficiar agricultores do município
  • Campanha de doações do Estado já reuniu 11,5 mil toneladas ao Rio Grande do Sul
  • Detran-PR suspende aplicação de multa automática por não realização de exame toxicológico
  • Engenheiros da Sanepar chegam ao RS para prestar apoio técnico com abastecimento das cidades
  • Com 6 milhões de trabalhadores, Paraná alcança maior número de pessoas ocupadas da história
  • Mudanças climáticas: Paraná participa de debate sobre emissão de carbono no agro