Governador dá início à ação que vai proteger mil nascentes de água até o Dia da Árvore

19 de setembro de 2023 às 16:44

A Estância Carmello, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, foi a propriedade escolhida para dar o pontapé na ação Mil Fontes, que até a próxima quinta-feira (21), Dia da Árvore, fará a proteção de pelo menos mil nascentes de água em todo o Paraná. A ação faz parte do Programa Estadual de Proteção de Nascentes, com o objetivo de preservar entre 30 mil e 35 mil minas d’água até 2026, o que vai ajudar a estimular a produção de água e evitar problemas no abastecimento.

O governador Carlos Massa Ratinho Junior esteve nesta terça-feira (19) na propriedade de Ilbérico e Sônia de Paula, localizada na Bacia do Miringuava, e plantou as mudas que vão proteger a fonte de água. A iniciativa, destacou ele, busca garantir a produção de água com qualidade e em quantidade. Ela também ocorre um dia depois do Paraná aderir ao Pacto pela Governança da Água, que é gerenciado pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA).

Além do abastecimento, a iniciativa também contribui com os produtores rurais, que poderão ter água disponível para o consumo e para a irrigação. “O Paraná é um dos maiores produtores de alimentos e o Estado mais sustentável do Brasil, e agora também será referência na produção de água de qualidade”, ressaltou.

Essa é a maior iniciativa já realizada em proteção de nascentes no Paraná e no Brasil, com a ação atendendo três fontes de cada município paranaense, explicou o secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara.

O presidente do IDR-Paraná, Natalino Avance, explicou que 600 técnicos do instituto estão em campo para ajudar os agricultores na proteção das nascentes e destacou que o projeto conta com a contribuição de várias entidades. “Essa é uma prática antiga na extensão rural e que, neste momento, é necessário retomar em parceria com as prefeituras e os sindicatos rurais”, acrescentou.

“No Dia da Árvore queremos estar com essas mil fontes georreferenciadas. É um ato simbólico, mas que vai alcançar milhares de microbacias paranaenses em uma visão mais sustentável, devendo chegar a 35 mil fontes nos próximos três anos”, destacou.

PROTEÇÃO – Utilizada para o turismo rural, a Estância Carmello é referência em proteção ambiental na área rural e é uma das unidades atendidas por um programa de preservação da Bacia do Miringuava, que atende produtores locais e conta com a participação do IDR-Paraná, Sanepar e o Movimento Viva Água, do Grupo Boticário.

A propriedade também recebeu o Pagamento por Serviços Ambientais, projeto do Instituto Água e Terra (IAT) junto com a Prefeitura de São José dos Pinhais e a Sanepar, e implementou ações de restauração florestal em dois hectares da área.

A proprietária Sônia de Paula explicou que eles têm outras duas nascentes no local, que estão protegidas e evitaram que as consequências da estiagem não fosse maior. “Quando tivemos outras estiagens aqui, sofremos menos por ter outras nascentes. Uma delas produz até 2 mil litros por hora, e ajudou a gente e os vizinhos quando acabava a água”, contou. “É muito importante que as pessoas tenham consciência e protejam as fontes de água, porque nada sobrevive sem ela”.

As nascentes da propriedade ajudam a formar um córrego que é afluente do Rio Miringuava. Porém, estão expostas atualmente à presença de animais e processo erosivo. A proteção, feita com a técnica solo-cimento, vai evitar o assoreamento e garantir a produção de água com quantidade e qualidade.

A vegetação no entorno também será recomposta para e uma cerca será colocada em volta. Tudo isso vai proteger a nascente do pisoteio de animais, contaminação com agroquímicos e do assoreamento causado pela erosão, além de permitir uma melhor infiltração da água da chuva, aumentando a vazão das fontes.

Dessa maneira, a água produzida vai contribuir com o abastecimento público da Região Metropolitana de Curitiba. Isso porque o Rio Miringuava é responsável, atualmente, pelo abastecimento de 250 mil unidades consumidoras. Após a conclusão do reservatório que está sendo construído pela Sanepar, deve atender 600 mil consumidores.

Prudentópolis
12º
Tempo nublado
Ponta Grossa
13º
Tempo nublado
Guarapuava
10º
Tempo nublado
Curitiba
13º
Neblina
Londrina
17º
Tempo limpo
União da Vitória
10º
Tempo nublado
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Nair Alves De Oliveira Parolin.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  comunica o falecimento do Sr Jose Olovati aos 78 anos.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  comunica o falecimento da Sra Regina Lusia de Lima Vaz aos 64 anos
  • É com pesar que a funerária Anjo Gabriel e o PAF comunicam o falecimento da Sra Rosa da Costa aos 82 anos de idade
  • É com pesar que a Funerária Anjo Gabriel e o PAF, comunicam o falecimento do Sr. José Acir Zanlorenzi.
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Maria Izabel de Lima
  • Paraná fecha primeiro semestre com saldo positivo de 68 mil empresas
  • Atenção, Prudentópolis! O número do SAMU mudou!!
  • 2ª edição da Corrida e Caminhada da Cooperação é realizado pela Sicredi Centro Sul PR/SC/RJ
  • Paraná tem 2º maior crescimento do País em 12 meses; turismo é destaque
  • Defesa Civil mostra como será teste de alerta climático em duas cidades do Paraná; veja vídeo
  • Piana destaca fortalecimento do turismo do Paraná com novo voo Curitiba-Buenos Aires