Coritiba vence clássico e encerra série de derrotas; Athletico sai do G6

1 de outubro de 2023 às 22:18

No Atletiba dos opostos, venceu o que estava em pior momento. O que prova que, de fato, em clássico não há favorito. Neste domingo (1º), o Coritiba, mesmo na lanterna, derrotou o Athletico, no Couto Pereira, por 2×0. Os gols foram de Victor Luis e Slimani, ambos no primeiro tempo.

Com o resultado, o Coxa segue em último na tabela, mas encerrou uma série de oito derrotas consecutivas e chegou aos 17 pontos, um a menos que o América-MG, o 19º, e nove a menos que o Vasco, o primeiro fora da ZR. 

Já o Furacão acabou com uma sequência de dez partidas sem perder e saiu do G6. É o oitavo, com 40, um a menos que o Fluminense, o sexto.

Na próxima rodada, os dois times voltam a campo no domingo (8), às 18h30. O Alviverde encara o Atlético-MG, na Arena MRV, enquanto o Rubro-Negro recebe o Red Bull Bragantino, na Ligga Arena.

Primeiro tempo de domínio do Coritiba

O Coritiba iniciou o clássico em um ritmo muito mais acelerado. Mais ligado, o time tinha mais posse de bola e pressionava o Athletico, que mal conseguia sair do seu campo de defesa, tentando explorar algum contra-ataque, que não surgia, muito pela forte marcação imposta em Zapelli, que sumiu no primeiro tempo.

Dono do meio-campo, o Coxa soube aproveitar a superioridade graças a Marcelino Moreno. Jogando um pouco mais recuado, o camisa 10 voltava para ajudar na marcação e puxar os ataques.

E o gol surgiu justamente após jogada central. Sebastian Gómez foi derrubado na entrada da área e Victor Luís cobrou a falta com perfeição, mandando no ângulo de Bento.

A grande diferença do Alviverde em relação a jogos anteriores foi que não diminuiu o ritmo ao abrir o placar. A equipe seguiu marcando forte e jogando em velocidade, impedindo o Furacão de esboçar alguma reação.

O Rubro-Negro até chegou com perigo, principalmente em bolas paradas, mas sem criar uma chance efetiva, ao contrário do Coritiba, que seguia atacando mais.

E de tanto insistir, chegou ao segundo gol nos acréscimos. Aos 47, Marcelino Moreno cruzou da esquerda e Slimani subiu mais que Thiago Heleno e, de cabeça, mandou para as redes para ampliar a vantagem.

Segundo tempo truncado

Na segunda etapa o clássico ficou mais pegado. O Athletico fechou os espaços na marcação, segurando mais o Coritiba, mas também não conseguia pressionar.

O reflexo disso foi um jogo mais preso no meio-campo, muito truncado e poucas chances para os dois lados.

A primeira grande chance veio aos 21. Após cobrança de falta levantada na área, Rômulo pegou em cheio uma bicicleta, que Gabriel fez grande defesa. Mas era pouco para quem precisava reagir para buscar o empate.

Na reta final, o Coxa passou a atuar segurando a vantagem. Com isso, o Furacão ficava mais com a bola e no campo ofensivo. 

Até teve boas oportunidades nos últimos minutos, mas esbarrou no goleiro Gabriel e na defesa alviverde, que segurou o resultado.

Ficha técnica

CAMPEONATO BRASILEIRO
2º Turno – 25ª Rodada

CORITIBA 2×0 ATHLETICO

Coritiba
Gabriel; Natanael, Kuscevic, Henrique e Victor Luís (Jamerson); Willian Farias, Sebastián Gómez (Hayner) e Matheus Bianqui (Fransérgio); Marcelino Moreno, Diogo Oliveira (Andrey) e Slimani (Edu).
Técnico: Thiago Kosloski

Athletico
Bento; Bruno Peres (Cuello), Cacá, Thiago Heleno e Lucas Esquivel; Fernandinho, Erick, Alex Santana (Hugo Moura) e Bruno Zapelli (Arriagada); Canobbio e Willian Bigode (Rômulo).
Técnico: Wesley Carvalho

Local: Couto Pereira
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (Fifa-RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (Fifa-RJ) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)
VAR: José Cláudio Rocha Filho (Fifa-SP)
Gols: Victor Luís, 13, Slimani 47 do 1º
Cartões amarelos: Marcelino Moreno, Diogo Oliveira (COR); Cacá, Canobbio, Cuello, Thiago Heleno (CAP)
Renda: R$ 773.420,00
Público total: 20.992 (18.817 pagantes)

Fonte Banda B

Prudentópolis
19º
Tempo nublado
Ponta Grossa
19º
Tempo limpo
Guarapuava
19º
Tempo limpo
Curitiba
17º
Parcialmente nublado
Londrina
20º
Tempo limpo
União da Vitória
17º
Tempo nublado
  • É com pesar que e a Funerária Anjo Gabriel comunica o falecimento do Sr Antonio Valdivino Ribeiro dos Santos
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  comunica o falecimento da Sra Nadia Martinhuk  Gelinski aos 81 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Olga Prenechuki Rodovanaki
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Amélia Andre Suchodolak.
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Nair Alves De Oliveira Parolin.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  comunica o falecimento do Sr Jose Olovati aos 78 anos.
  • Comemoração aos 118 anos de Prudentópolis terá Show Especial com Padre Ezequiel Dal Pozzo
  • Mais R$ 5,5 milhões da indenização da Petrobras irão para novos projetos ambientais
  • Inscrições: Empreendedoras da Beleza oferta cursos gratuitos de maquiagem na RMC
  • Com novo comitê, Paraná atinge 100% de cobertura das regiões hídricas do Estado
  • Estado reforça apoio aos municípios para mulheres, igualdade racial e idosos
  • Adapar adere à programa nacional para acesso a imagens de alta resolução