Porto de Paranaguá recebe novo meganavio de 366 metros, que tem escala única no Paraná

7 de fevereiro de 2024 às 13:56

O Porto de Paranaguá recebeu nesta quarta-feira (07) o meganavio MSC Elisa XIII, do armador Mediterranean Shipping Company (MSC), que fez uma escala única no Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP). Além do comprimento ser 12 vezes maior que o Cristo Redentor, com 366 metros, o navio possui 48,20 metros de largura, 139,7 mil toneladas de capacidade e pode transportar até 14.432 TEUs (medida para 20 pés de comprimento de contêiner). O navio vem dos Estados Unidos, faz atracação no Porto de Paranaguá, e segue para Singapura.

Antes da chegada do MSC Elisa XlIl, outro navio de mesmo porte já havia atracado cinco dias antes. Em 29 de janeiro foi a vez do MSC Natasha XIII, embarcação irmã do Elisa, que possui exatamente as mesmas características de comprimento, largura e capacidade. A embarcação desta semana é a segunda deste porte a ser recebida no Estado e a maior já registrada no Paraná. O recorde anterior era do APL Yangshan, do armador francês CMA CGM, em novembro de 2022, com 347 metros.

O diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia, comentou a importância da ampliação do calado, por meio de obras e serviços de dragagens realizados pela empresa pública, para atrair grandes navios. “São as obras de derrocagem e os serviços de dragagem, realizados pela Portos do Paraná, que nos permitem receber navios cada vez maiores, ampliando nossa capacidade de movimentação e permitindo nosso avanço pelo mundo todo”, afirmou.

Atualmente, o calado (profundidade entre o ponto mais baixo do navio até a linha d’água) para porta-contêineres em Paranaguá é de 12,3 metros nos canais principal e alternativo.

Além de possuir a profundidade necessária para receber o navio, o Porto de Paranaguá conta com um amplo pátio reefer (área para contêineres com controle de temperatura), necessário para energizar os contêineres com carne de frango congelada, que representa mais de 80% do que será exportado pelo meganavio.

A expectativa é que até o final de fevereiro a TCP passe de 3.624 para 5.268 tomadas, o que representa uma ampliação de 45% da área. O investimento busca manter o Porto de Paranaguá como o maior corredor de movimentação deste tipo de proteína no mundo.

A gerente comercial de armadores da empresa que administra o TCP, Carolina Brown, destaca a importância de ser o primeiro terminal brasileiro a receber os porta-contêineres. “A atracação das embarcações MSC Natasha XIII e MSC Elisa XIII demonstram a aptidão da TCP para receber navios desta magnitude. Nossa estrutura permite atuar como um hub portuário para os armadores, centralizando suas operações de maneira eficiente, e trazendo novas oportunidade de negócios para nossos clientes, que podem escoar um volume cada vez maior de produtos”, complementou.

Prudentópolis
19º
Tempo nublado
Ponta Grossa
19º
Tempo nublado
Guarapuava
18º
Tempo nublado
Curitiba
20º
Neblina
Londrina
23º
Parcialmente nublado
União da Vitória
19º
Chuvas esparsas
  • É com pesar que a Funerária São João comunica o falecimento da Sra. Maria Jak Stempniak.
  • Prefeito de Ivaí Orli de Cristo lamenta a morte do Sr Guilherme Salvadori aos 106 anos de idade
  • É com pesar que a Funerária São João comunica o falecimento do Jovem Emerson Alexsandro Okaranski
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da pequena Mariah Parkuts Datczuk.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat comunica o falecimento da senhora Zenobia Kraiczk aos 71 anos.
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sr. Theodosio Vencelovicz.
  • Concurso com sete vagas na Polícia Penal do Paraná está com inscrições abertas
  • Governo do Estado organiza 6° Fórum Paranaense de Turismo Religioso em Lunardelli
  • Programa Nota Paraná reforça canais de fiscalização sobre documentos fiscais cancelados
  • Copel produz primeiras moléculas de hidrogênio renovável em Curitiba
  • Paraná teve o maior crescimento da atividade econômica do Brasil em 2023
  • Em visita à Embaixada do Brasil no Chile, Paraná busca aumentar fluxo de turistas sul-americanos