Duplicações e modernizações: Campos Gerais e Centro-Sul ganham “novas” rodovias

26 de março de 2024 às 09:28

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR), autarquia da Secretaria de Infraestrutura e Logística (SEIL), administra cerca de 1,8 mil quilômetros de rodovias estaduais nas regiões Centro, Centro-Sul e nos Campos Gerais.

Os trabalhos incluem execução de obras e também manutenção e conservação do pavimento e faixa de domínio.

A responsabilidade é de sua Superintendência Regional Campos Gerais, tema desta matéria, a quarta de uma série sobre as atividades das cinco superintendências regionais do DER/PR. As primeiras mostraram a atuação da Oeste, da Noroeste e da Norte.

No total, o Departamento administra cerca de 12 mil km no Estado.

A SRCGerais tem sede em Ponta Grossa, e conta com três escritórios regionais: Cerne em Piraí do Sul, Centro-Oeste em Guarapuava, e Centro-Sul em Irati.

Ao todo, a superintendência é responsável por administrar diretamente um orçamento de mais de R$ 780 milhões, além de obras em um montante de R$ 450 milhões por meio de parceria com a Klabin S.A.

As obras em andamento incluem a pavimentação da PR-160 entre Imbaú e Reserva e da PR-239 entre Pitanga e Mato Rico, a implantação do Contorno Norte de Castro, a finalização das marginais da PRC-466 em Pitanga, e, em fase de projeto, a implantação de variante da PR-364 em Irati, incluindo um novo viaduto no entroncamento com a Rodovia Transbrasiliana (BR-153).

Entre as obras concluídas recentemente estão a pavimentação da PR-364 entre Irati e São Mateus do Sul, e a duplicação da BR-277 em Guarapuava, ambas prestes a serem inauguradas.

A superintendência também executou o Contorno Sul de Wenceslau Braz, em trecho no limite com o Norte Pioneiro.

Estão a caminho a restauração em concreto pela técnica whitetopping da PR-151 entre Palmeira e Ponta Grossa, e a duplicação em concreto e whitetopping da PRC-466 entre Guarapuava e Pitanga, ambas com audiência pública online já com data marcada; a pavimentação da PR-990 entre Rebouças e a PR-364, cuja licitação está em andamento; e a duplicação da PR-151 em Ponta Grossa, entre a BR-376 e a PR-438, por meio de acordo de liquidação com a RDN Participações Ltda., anteriormente denominada RodoNorte – Concessionária de Rodovias Integradas S.A.

A SRCGerais também gerencia uma fábrica de vigas, onde são produzidas as peças pré-moldadas utilizadas em cooperações entre prefeituras e a SEIL para implantar, alargar ou substituir pontes municipais por estruturas novas.

Além de vigas, também são fabricadas lajotas e guarda-rodas utilizadas nas obras, cuja execução é de responsabilidade dos municípios.

CONSERVAÇÃO – Quase R$ 200 milhões do orçamento da SRCGerais são dedicados para a conservação e manutenção do pavimento e faixa de domínio de suas rodovias, que incluem serviços de remendos superficiais e profundos, reperfilagem, microrrevestimento, melhorias no sistema de drenagem e sinalização horizontal, roçada, limpeza e reparos em dispositivos de drenagem, limpeza e pintura de abrigos de parada de ônibus e de pontes, entre outros.

A superintendência conta, ainda, com um lote do Programa de Segurança Viária das Rodovias Estaduais do Paraná (Proseg Paraná), dedicado exclusivamente para melhorar a segurança e reduzir os acidentes na malha estadual.

São realizados os serviços de implantação e reforço de sinalização horizontal, sinalização vertical e de dispositivos de segurança, conforme projetos de engenharia elaborados especificamente para cada trecho atendido.

Outra iniciativa para garantir mais segurança rodoviária é a atuação de agentes de trânsito que utilizam radares portáteis nos pontos críticos de acidentes causados por excesso de velocidade, além de lavrar autos de infração por outras irregularidades cometidas por condutores.

São operados também quatro pontos de pesagem de veículos pesados nas rodovias com maior movimentação desta categoria, além de operações itinerantes de fiscalização por meio das notas fiscais apresentadas pelos condutores, onde é indicado o peso da carga sendo transportada.

Por meio do programa de conservação e manutenção de obras de arte especiais (OAE) de rodovias estaduais, a superintendência e seus escritórios fazem melhorias em 24 estruturas, já tendo concluído os serviços em outras 13. São pontes, viadutos, passarelas e galerias, entre outros.

Também são atendidos atualmente 219 quilômetros de rodovias com serviços de conservação específico para vias não pavimentadas, com outros dois contratos sendo licitados para atender mais 181 quilômetros.

EMERGENCIAIS – As rodovias da SRCGerais foram especialmente castigadas pelas fortes chuvas do final de 2023 e início deste ano, sendo necessária a contratação emergencial de cinco obras de recuperação do pavimento.

Em Jaguariaíva a superintendência deixou um marco histórico em empreitadas desse tipo, ao recuperar a PR-151 em apenas 28 dias após o colapso de um bueiro de arcos metálicos ter levado à demolição total do aterro e pista no km 214, perímetro urbano do município.

GUINCHOS – Para garantir o atendimento ao usuário e fluidez do tráfego nos principais corredores logísticos do Paraná, o DER/PR iniciou em 2022 os serviços de operação de tráfego rodoviário nas rodovias estaduais e federais do antigo Anel de Integração.

Eles incluem atendimento com guincho mecânico leve e pesado, inspeção de tráfego, apoio ao usuário, apoio ao Corpo de Bombeiros com caminhão-pipa, na retirada de animais soltos e remoção de carga espalhada na pista.

A SRCGerais administra dois contratos de operação de tráfego rodoviário, tendo realizado 60.678 atendimentos desde o início das atividades. As rodovias com maior demanda são a BR-277 com 25.668, a BR-376 com 19.872, a BR-373 com 6.058, e a PR-151 com 5.957. As categorias mais comuns são pane mecânica, ressolagem de pneus na pista, acidente sem vítima, pneu furado, materiais diversos fora da pista, sinistro com vítima, pane elétrica e pane seca, nesta ordem.

Desde o dia 28 de fevereiro a Via Araucária e a EPR Litoral Pioneiro assumiram parte dos trechos atendidos pelo DER/PR na região, como a BR-277 entre o Trevo do Relógio (Prudentópolis) e Curitiba, a BR-373 entre o Trevo do Relógio e Ponta Grossa, e a PR-151 entre Ponta Grossa e Sengés.

KLABIN – A Klabin S.A. conta com uma parceria com o Governo do Estado – por meio da SEIL, DER/PR e Secretaria da Fazenda (SEFA) – para execução de obras rodoviárias nos Campos Gerais em um montante de até R$ 450 milhões.

Ela já resultou na implantação de terceiras faixas em pontos críticos da PR-160 entre Telêmaco Borba e Imbaú, com vários outros projetos executivos de engenharia sendo elaborados para utilização nas próximas obras, incluindo mais terceiras faixas, recuperação e alargamento de ponte, viadutos e contornos.

Prudentópolis
18º
Chuva
Ponta Grossa
18º
Tempo nublado
Guarapuava
16º
Chuvas esparsas
Curitiba
20º
Neblina
Londrina
25º
Tempo limpo
União da Vitória
18º
Chuvas esparsas
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sr. Nilton Boraiko Vieira. Ocorrido aos 44 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat comunica o falecimento do Sr João Silva de Oliveira aos 74 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária Anjo Gabriel comunica o falecimento do Sr Abel Zaias aos 70 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária Anjo Gabriel comunica o falecimento da Sra Izaide Josefa Gonçalves aos 84 anos de idade
  • É com pesar que Comunicamos  o falecimento da Sra Sophia Horbus, mãe do Padre Dionísio, nosso pároco!
  • É com pesar que e a Anjo Gabriel comunica o falecimento do Sr Carmelino Souza aos 70 anos de idade.
  • Fazenda e Receita alertam para envio de guias falsas de IPVA por e-mails e SMS
  • 12,8 mil estudantes de graduação da UEL devem realizar a renovação de matrículas para 2024
  • Estão abertas as inscrições para exames da EJA do Ensino Médio
  • Irmãos morrem em grave acidente registrado na BR-153 em Mallet
  • Beneficiários do INSS começam a receber o 13º a partir de quarta-feira
  • Solenidade de formatura alusiva a tiradentes no 16⁰ BPM