Aprovado projeto que protege policiais científicas e penais durante gravidez e amamentação

20 de maio de 2024 às 15:48

Aprovado projeto que protege policiais científicas e penais durante gravidez e amamentação

A Assembleia Legislativa do Paraná aprovou, nesta segunda-feira (20), o projeto de lei 229/2021, que dá melhores condições de trabalho para as policiais científicas e penais durante o período de gravidez e amamentação. O projeto determina a realocação temporária dessas profissionais, afastando-as de atividades operacionais e de serviços insalubres.

“Sabemos que as funções exercidas pelas policiais exigem a exposição a riscos como o contato com produtos tóxicos, visitas a lugares perigosos e esforço físico intenso. São atividades inadequadas para gestantes, assim como os longos plantões, que impedem a amamentação. Precisamos proteger a saúde dessas mulheres e seus bebês”, afirma a deputada Cristina Silvestri (PSDB), autora da proposta. A proposição tem a coautoria da deputada Ana Júlia Ribeiro (PT).

O projeto prevê que as policiais grávidas ou lactantes sejam designadas para funções administrativas ou outras atividades que não impliquem riscos à saúde. “Desta forma, asseguramos que essas profissionais continuem contribuindo com suas habilidades e conhecimentos sem comprometer a segurança e o bem-estar delas”, comenta a deputada Cristina.

A Polícia Científica do Paraná exerce com exclusividade as perícias de natureza criminal e as atividades de ensino, pesquisa, tecnologia e inovação técnico-científicas de ciências forenses. Já a Polícia Penal atua no sistema prisional, com funções como recaptura, monitoração, escoltas, serviços de custódia, missões táticas, apreensões, revistas, rondas e controle de motins e rebeliões.

“Nosso ambiente de trabalho ainda é predominantemente masculino e machista. Há muitos anos, vemos colegas correndo o risco de abortar e sem condições de amamentar seus filhos. Somos muito gratos por esse projeto, que vai contribuir para a humanização das corporações, tornando-as mais inclusivas e acolhedoras para as trabalhadoras”, comemora a presidente do Sindicato dos Policiais Penais do Paraná (Sindarspen), Vanderleia Leite.

O projeto de lei foi aprovado por unanimidade em primeira votação. Ele será discutido outras duas vezes pelos deputados e deputadas em Plenário antes de seguir para sanção ou veto governamental.

Prudentópolis
19º
Tempo limpo
Ponta Grossa
20º
Tempo limpo
Guarapuava
18º
Tempo limpo
Curitiba
22º
Tempo limpo
Londrina
28º
Tempo limpo
União da Vitória
20º
Tempo limpo
  • É com pesar que a Funerária São João e o plano UNIPAZ comunicam o falecimento do Sr. João Grescyczyn. Ocorrido hoje, aos 89 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e o plano UNIPAZ comunicam o falecimento da Sra. Leci Fernandes Marins. Ocorrido hoje, aos 62 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e o plano UNIPAZ comunicam o falecimento da Sr. Januário Mazur. Ocorrido ontem, aos 48 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e Plano o UNIPAZ, comunicam o falecimento do Jovem Idinei Ribeiro, aos 31 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat comunica o falecimento do Sr Metodio Kuchla aos 68 anos.
  • É com pesar que a Funerária São João comunica o falecimento da Sra. Eugenia Senkiu aos 59 anos.
  • Campo da Secretaria do Esporte abrigará festival de rugby para crianças de escolas municipais
  • Governo envia à Assembleia projeto de lei para rede de atendimento de psicoativos
  • Boletim Agrometeorológico de maio indica excesso de chuvas no Sul e escassez no Norte
  • Servidores da Saúde aprimoram conhecimentos para coleta e análise de dados epidemiológicos
  • Detran-PR destina R$ 103,8 milhões para fortalecer ações de segurança no trânsito no Paraná
  • Governo libera R$ 45,1 milhões para 10 cidades no programa Asfalto Novo, Vida Nova