Intercâmbios, novos professores e plataformas em alta marcam primeiro trimestre da Educação

24 de maio de 2024 às 16:16

A Secretaria de Estado da Educação apresentou nesta semana a mais de 700 professores, técnicos e servidores o primeiro balanço trimestral do ano, com os números relativos a investimentos e melhorias implementados no sistema educacional do Paraná nos três primeiros meses do ano letivo.

Entre os principais destaque estiveram a nomeação de novos professores concursados, os programas voltados à capacitação dos profissionais, investimentos em obras de infraestrutura, ampliação do acesso a tecnologias educacionais e oferta das modalidades de ensino técnico e profissionalizante.

“Estes primeiros resultados de 2024 são um reflexo do compromisso do Governo do Estado com a educação de qualidade”, disse o secretário Roni Miranda. “Observamos, neste primeiro trimestre, um grande movimento em relação à qualificação profissional dos servidores que são figuras centrais do ensino. O objetivo nos próximos meses é expandir ainda mais os projetos que já têm rendido bons frutos para a educação e implementar novos, sempre pensando em uma aprendizagem ainda mais forte”.

De acordo com o secretário, este ano os programas de formação foram ampliados, oferecendo maior número de vagas para cursistas, além de novas temáticas, como Educação para Questões Étnico Raciais e Inteligência Artificial, que serão abordadas nas jornadas Formadores em Ação.

Para este 1º trimestre de 2024, segundo ele, o programa alcançou uma ampliação de 16% no número de vagas em comparação com o mesmo período do ano passado (quando 96 mil cursistas foram capacitados). “Com a ampliação, a expectativa é de que mais 100 mil professores recebam a capacitação”, afirmou Miranda.

Já no programa Formadores em Ação Municípios – ação integrante do Programa Educa Juntos, pelo qual o Governo do Estado fornece material didático e formação continuada aos professores dos municípios em consonância com a educação estadual –, o estudo terá como foco a Alfabetização na Perspectiva do Letramento a partir do material Educa Juntos de Língua Portuguesa a Matemática. Poderão participar do programa cursistas dos 399 municípios.

Programa de formação continuada voltado à capacitação dos diretores das escolas da rede estadual de ensino, o Diretor Formador foi lançado em outubro de 2023 e as primeiras 200 turmas capacitadas já concluíram a primeira jornada do curso. Participaram da formação 2.177 diretores.

PROFESSORES CONCURSADOS – Após dez anos sem concurso público para composição do Quadro Próprio do Magistério (QPM) da rede estadual de ensino, 1.195 novos professores foram empossados no início do trimestre letivo, após aprovação no concurso realizado em junho de 2023. No mês de maio mais 1.106 professores foram nomeados.

“São professores de Educação Física, História, Química, Língua Portuguesa, Geografia, Física, Língua Inglesa, Matemática, Sociologia, Filosofia, Arte, Biologia e Ciências que chegam à rede de ensino do Estado para fortalecer o processo de aprendizagem e garantir que todos os alunos da rede estadual tenham acesso a um ensino ainda mais completo”, destacou Miranda.

As vagas são para carga horária de 20 horas, mas o candidato que concorreu a dois cargos (dois em docência ou um para professor docente e outro para professor pedagogo) poderá ter a carga horária de 40 horas semanais. Todos os 32 Núcleos Regionais de Educação receberam novos profissionais.

TÉCNICO E PROFISSIONALIZANTE – De acordo com o secretário, desde 2021 a oferta do ensino técnico vem passando por importantes ampliações, com abertura crescente de novas vagas a cada ano. Em 2019, o número de vagas no ensino técnico girava em torno de 14 mil ao ano. Em 2022, esse número saltou para 29 mil, e em 2023, chegou ao patamar de 38 mil vagas disponíveis para os cursos técnicos na rede estadual. “Só em 2024 tivemos 42 mil novas matrículas nos cursos técnicos”, disse.

Comparado à 2019, o Paraná cresceu mais de 230% na oferta de Educação Profissional. Já a área de ensino com maior expansão foi a de Tecnologia da Informação, com ampliação de 616% de matrículas nos cursos.

“Atualmente, as pesquisas mostram que 75% dos estudantes que ingressam no Ensino Médio querem fazer cursos técnicos durante a formação escolar e é isso que estamos buscando fazer, com uma oferta conectada aos setores produtivos do Paraná”, explicou o secretário.

Nesse contexto, a empregabilidade dos alunos da rede de ensino têm também sido expressiva. Ao longo do ano passado, 20 mil estudantes conseguiram inserir-se, pela primeira vez, no mercado de trabalho.

Por meio de colaboração oficializada em dezembro de 2023 entre a Secretaria da Educação e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do Estado do Paraná (Senai), também foram viabilizados gratuitamente 13 cursos técnicos integrados com o ensino médio regular da rede, permitindo aos estudantes a obtenção de certificação profissional junto com a conclusão dos estudos.

Ao todo, 2.310 estudantes estão matriculados nos cursos ofertados mediante a parceira. São 66 turmas de 54 escolas que têm aulas teóricas nas unidades de ensino e as práticas nas 27 unidades do Senai espalhadas em todo o Paraná.

INFRAESTRUTURA E TECNOLOGIA – O Governo do Estado, por meio da Fundepar, investiu quase R$ 1 bilhão em infraestrutura para as escolas da rede estadual neste primeiro trimestre. O montante engloba obras, serviços de engenharia, fornecimento de alimentação escolar, fundo rotativo (direcionado diretamente às instituições), transporte escolar, mobiliário e suprimentos.

Miranda lembrou que entre as principais medidas instauradas as obras de engenharia receberam um investimento de R$ 150 milhões. “Os recursos incluíram a construção de seis novas unidades educacionais, oito ampliações e diversas reformas. Outros destaques foram as melhorias estruturais implementadas por meio do Programa Escola Mais Bonita, que destinou R$ 100 milhões para reformas em 1.232 escolas do Estado”, disse.

Outros investimentos como aquisição de suprimentos como aparelhos de ar-condicionado e mobiliário, alimentação escolar, transporte e implementação de novos projetos, ultrapassaram o montante de R$ 400 milhões.

Novos equipamentos de tecnologia também foram incluídos no plano de investimentos. Somente neste ano, a Secretaria adquiriu mais de 22 mil Educatrons, 49 mil desktops, 53 mil notebooks e 50 mil tablets.

Também foram investidos R$ 11 milhões na migração da conexão por satélite para fibra ótica em escolas como forma possibilitar a ampliação do ensino do componente de Robótica, que a partir de 2024 passa a ser aplicado nas 200 novas escolas da Educação em Tempo Integral e também nos novos Colégios Cívico-Militares, enquanto o componente de Programação chega a meio milhão de estudantes.

PLATAFORMAS EDUCACIONAIS – A utilização das plataformas educacionais enquanto ferramentas de apoio aos trabalhos em sala de aula também foi destaque ao longo do evento de quinta-feira. Pela plataforma de escrita, Redação Paraná, foram concluídas mais de 1,6 milhão de redações. O recurso funciona como apoio aos estudantes no desenvolvimento da escrita por meio de redações de gêneros textuais diversos e temáticas atuais.

Já no Leia Paraná, plataforma de leitura, mais de 300 mil livros foram lidos e na Matemática Paraná quase 30 milhões de atividades foram realizadas. Na plataforma Inglês Paraná, o número de atividades concluídas foi maior que 6 milhões e no Desafio Paraná, 108 mil. Por fim, a Prova Paraná Digital contou com a participação de 230 mil estudantes dos 8º e 9º anos com quase 7 milhões de questões respondidas de Língua  Portuguesa, Matemática e Ciências.

GANHANDO O MUNDO – Com 1.200 vagas disponíveis, o programa de intercâmbio da rede de ensino do Estado chega à sua maior edição desde o seu lançamento. O programa inclui, pela primeira vez, a Irlanda na lista de destinos, ao lado de Austrália, Canadá, Nova Zelândia e Reino Unido. Os embarques dos intercâmbios estão programados para acontecerem a partir de janeiro de 2025. Enquanto isso, os mil alunos deste ano já estão morando fora do país.

O secretário também ressaltou que depois de estudantes, professores e pedagogos, os diretores da rede estadual também terão a oportunidade de vivenciarem a experiência internacional. O programa faz parte da expansão do Ganhando o Mundo e levará, ainda em 2024, 200 gestores das escolas estaduais para uma capacitação de duas semanas no Chile, com embarques previstos para agosto. O investimento será de cerca de R$ 5 milhões.

Outra novidade é o Ganhando o Mundo Agrícola. Foram ofertadas, nesta primeira edição, 100 vagas disponíveis e o destino escolhido foi o estado de Iowa, nos Estados Unidos, que é reconhecido como um dos principais polos agrícolas do mundo, oferecendo diversidade de experiências e aprendizados no segmento agropecuário.

 

Foto: Anderson Carvalho/SEED-PR

Prudentópolis
16º
Tempo nublado
Ponta Grossa
17º
Tempo nublado
Guarapuava
15º
Tempo limpo
Curitiba
20º
Tempo limpo
Londrina
27º
Tempo limpo
União da Vitória
16º
Tempo limpo
  • É com pesar que e a Funerária Anjo Gabriel comunica o falecimento do Sr Daniel Germano Pesck aos 82 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Maria Fiuza Ribeiro
  • É com pesar que a Funerária São João comunica o falecimento do Sr. Lademiro Petriw, popularmente conhecido como “Ladio”.
  • É com pesar que e a Funerária Anjo Gabriel comunica o falecimento do Sr Antenor Marconato aos 71 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sr. Ilor Vicente Pontarolo.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat comunica o falecimento da Sra Adelaide Woicik  Stasiu aos 80 anos de idade.
  • Acidente Fatal na BR-373 em Prudentópolis: Colisão Frontal Resulta em Morte 
  • Connect Week discute uso da inovação para uma agricultura mais sustentável
  • Paraná populariza inovação no Connect Week com anúncio de investimentos e projetos
  • Ranking destaca ações sustentáveis das universidades estaduais; UEL lidera no Paraná
  • IAT fiscaliza pesca irregular e fecha cativeiro de aves no Centro-Oeste do Estado
  • Fomento Paraná e BDMG firmam acordo de cooperação técnica