Estado capacita servidores municipais para aplicação da metodologia BIM em obras

25 de junho de 2024 às 14:31

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Infraestrutura e Logística (SEIL), lançou oficialmente nesta terça-feira (25) a 2ª edição da Jornada BIM: Prefeituras em Foco, que ocorrerá de 2 a 4 de julho, em Curitiba. O evento tem como objetivo a capacitação de servidores públicos municipais para o uso da metodologia em seus projetos e obras.

Sigla em inglês para Building Modeling Information (ou Modelagem da Informação da Construção em tradução livre), a metodologia BIM visa o desenvolvimento de projetos de forma mais assertiva, antevendo problemas e gerando economia de recursos por parte do poder público.

O secretário de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, disse que o objetivo é fazer com que Estado e prefeituras andem em sintonia quando o assunto é a contratação de obras e projetos. “Este evento vai contar com a força dos 399 municípios. É uma modelagem moderna que permite melhor eficiência nas obras públicas. Agora, nesta nova edição, nosso foco é as prefeituras, a qualificação dos servidores, as plataformas de cooperação e de compartilhamento de informações”, afirmou.

O BIM é uma metodologia inovadora que permite a criação de projetos inteligentes a partir da simulação e construção virtual de empreendimentos. Isso garante mais assertividade na execução de obras ao simular diferentes soluções e corrigir possíveis erros. A modelagem colabora para sustentabilidade, através de análises de eficiência, impactos técnicos e financeiros, assim como permite a comunicação através de ferramentas tecnológicas utilizadas pelos setores envolvidos com arquitetura, engenharia e construção.

PROGRAMAÇÃO – Prefeituras em Foco inicia no dia 2 de julho, com palestras sobre conceitos e ações estaduais de fomento ao uso da metodologia. No dia 3, os gestores e servidores públicos terão a oportunidade de conhecer ferramentas e softwares utilizados dentro da metodologia BIM. No último dia de evento, haverá uma análise qualitativa de modelos utilizados.

PIONEIRO – O BIM foi criado no Paraná por meio do Decreto Estadual nº 3.080/2019, que instituiu a Estratégia BIM PR: Paraná Rumo à Inovação Digital nas Obras Públicas.

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER/PR), autarquia da SEIL, já conta com uma série de obras, entre concluídas, em execução ou programadas.

“Já temos obras concluídas que foram exigidas em edital o uso da metodologia BIM. Em execução temos a Ponte de Guaratuba, que o edital prevê que seja feita nesse método. Nós já concluímos o Viaduto Bratislava, em Cambé, e estamos fazendo outras obras de contratação integrada que preveem a execução do BIM”, explica o diretor-presidente do DER, Fernando Furiatti.

Segundo ele, o objetivo é usar a experiência do DER/PR para colaborar com os trabalhos das gestões municipais. “Os convênios com os municípios têm a nossa fiscalização. Essa integração entre o fiscal do DER e o da prefeitura é para que eles possam utilizar a ferramenta de uma maneira que o DER reconheça, e que também possam executar isso de uma forma mais profissional”, acrescenta.

Com obras em todas as regiões do Paraná, a Secretaria de Estado das Cidades (Secid) também está implementando o BIM nos projetos e contratos da pasta e de suas vinculadas, como a Agência de Assuntos Metropolitanos do Paraná (Amep), Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), Paranacidade e Paraná Edificações.

Para a secretária de Estado das Cidades, Camila Mileke Scucato, o BIM acaba com o “empurra-empurra” em projetos. “Com o BIM ficaremos apenas com a avaliação e a análise dos projetos, eles serão muito mais fáceis e objetivos, reduzindo bastante a questão de aditivos e problemas que encontramos entre os projetistas e os executores”, disse a secretária. “Hoje quando existe algum problema, um coloca a culpa no outro. Com essa metodologia, vamos conseguir trazer uma qualidade melhor nos projetos”.

De acordo com a diretora do Departamento de Gestão da Inovação para Planos, Projetos e Obras da SEIL, Lorreine Vaccari, o BIM traz mais rapidez e assertividade em obras públicas. “A partir de uma construção virtual, consigo inserir todas as informações e ter todo o detalhamento da obra, reduzindo as chances de ter aditivo, seja de tempo ou de valor, e melhorando também a eficiência no canteiro de obras porque haverá um nível de detalhe no projeto muito maior”, explica.

APOIO AOS MUNICÍPIOS — O presidente da Associação dos Municípios do Paraná (AMP) e prefeito de Santa Cecília do Pavão, Edimar Santos, disse que o apoio do Governo do Estado aos municípios tem sido fundamental para que obras importantes saiam do papel. “Temos 204 municípios com até 10 mil habitantes e, muitas vezes, eles não têm a possibilidade de ter setores complexos de engenharia e arquitetura. Com a capacitação, engenheiros, arquitetos e equipes técnicas dos municípios terão conhecimento, saindo do CAT e indo para o BIM, com mais resultados, eficiência, qualidade e economia”, acrescenta.

As sete universidades estaduais do Paraná (UEM, UEL, UENP, UEPG, Unioeste, Unespar e Unicentro) contam com o Projetek, escritórios acadêmicos idealizados para atender, de forma gratuita, demandas de cidades com até 30 mil habitantes, que geralmente não dispõem de setores de projetos ou profissionais das áreas de Engenharia e Arquitetura e Urbanismo.

As prefeituras podem procurar as instituições de ensino superior do Estado para auxílio em projetos arquitetônicos, estruturais, elétricos, hidrossanitários e de prevenção contra incêndio e pânico para empreendimentos de vários segmentos, como educação, saúde, segurança, cultura e saneamento. Esses projetos também são feitos com a metodologia BIM.

PRESENÇAS — Participaram do evento os secretários estaduais Alex Canziani (Inovação, Modernização e Transformação Digital), Claudio Stabile (Administração e Previdência), Hudson Leôncio Teixeira (Segurança Pública); o diretor-geral da Secretaria estadual da Educação, João Giona; o presidente da Cohapar, Jorge Lange; o diretor de Operações da Fomento Paraná, Mounir Chaowiche; o diretor de Projetos da Secretaria Estadual de Planejamento, Marcos Junior Marini; o diretor de Mercado da Celepar, André Telles; a diretora da Escola de Gestão do Paraná, Aline Albano Justus; representantes da Caixa Econômica Federal e servidores das secretarias estaduais.

Serviço:

2ª edição da Jornada BIM: Prefeituras em Foco

Data: 2 a 4 de julho

Local: Dia 2: Auditório Mário de Mari (Câmpus da Indústria da Fiep) – Avenida Comendador Franco, 1341 – Jardim Botânico

Dia 3 e 4: Auditório Ayrton “Lolô” Cornelsen, no DER/PR – Av. Iguaçu, 420 – Rebouças

Programação AQUI

 

Foto: Gabriel Rosa/AEN

Prudentópolis
11º
Chuvas esparsas
Ponta Grossa
11º
Chuva
Guarapuava
11º
Chuvas esparsas
Curitiba
Neblina
Londrina
15º
Chuvas esparsas
União da Vitória
10º
Chuvas esparsas
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Nair Alves De Oliveira Parolin.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  comunica o falecimento do Sr Jose Olovati aos 78 anos.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  comunica o falecimento da Sra Regina Lusia de Lima Vaz aos 64 anos
  • É com pesar que a funerária Anjo Gabriel e o PAF comunicam o falecimento da Sra Rosa da Costa aos 82 anos de idade
  • É com pesar que a Funerária Anjo Gabriel e o PAF, comunicam o falecimento do Sr. José Acir Zanlorenzi.
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Maria Izabel de Lima
  • Paraná fecha primeiro semestre com saldo positivo de 68 mil empresas
  • Atenção, Prudentópolis! O número do SAMU mudou!!
  • 2ª edição da Corrida e Caminhada da Cooperação é realizado pela Sicredi Centro Sul PR/SC/RJ
  • Paraná tem 2º maior crescimento do País em 12 meses; turismo é destaque
  • Defesa Civil mostra como será teste de alerta climático em duas cidades do Paraná; veja vídeo
  • Piana destaca fortalecimento do turismo do Paraná com novo voo Curitiba-Buenos Aires