Paraná terá cadeira no conselho de presidentes de coalizão global pela sustentabilidade

25 de junho de 2024 às 14:25

O Governo do Paraná assume nesta semana uma posição de destaque em uma entidade internacional de proteção da biodiversidade. Secretário de Estado do Desenvolvimento Sustentável (Sedest), Everton Souza passa a integrar, a partir desta quarta-feira (26), uma das seis cadeiras do Conselho de Presidentes da coalizão Regions4, entidade que proporciona a integração de 49 governos subnacionais (estados, regiões, províncias e organizações) de mais de 22 países para a viabilização de iniciativas de promoção da sustentabilidade. A posse ocorre durante a Assembleia-Geral da coalizão, no Rio de Janeiro. O mandato é de dois anos.

“O Paraná entra em uma nova era de oportunidades e desafios a partir deste momento. Com determinação, colaboração e compromisso, tenho total confiança que o Estado será um brilhante exemplo de ação em sustentabilidade climática para o mundo”, destacou o secretário.

A Assembleia-Geral vai até quinta-feira (27) e contará com duas palestras de representantes da Sedest. Souza vai fazer uma apresentação na quarta-feira sobre o tema “Reflexões de um novo membro do Comitê de Direção das Regiões4”.

Já o diretor de Políticas Ambientais da Sedest, Rafael Andreguetto, ministrará na quinta-feira (27) uma palestra sobre a “Promoção do Desenvolvimento Sustentável e da Conservação das Áreas Protegidas Através da Redistribuição Fiscal”. Na ocasião, ele irá detalhar o programa de ICMS Ecológico, que há mais de 30 anos repassa recursos para os municípios paranaenses que protegem o meio ambiente.

“O Paraná é um dos três estados brasileiros associados à Regions4, ao lado de São Paulo e Rio de Janeiro. Mas, a partir dessa semana, passamos também a fazer parte do conselho que vai definir as estratégias de conservação para a biodiversidade de governos do mundo todo, apontar as diretrizes”, afirmou Andreguetto.

REGIONS4 – Sediada em Bruxelas, na Bélgica, a Regions4 foi criada em 2002 durante a Cúpula Mundial para o Desenvolvimento Sustentável, em Joanesburgo, na África do Sul. É a coalizão quem representa as regiões em negociações com a Organização das Nações Unidas (ONU), em iniciativas da União Europeia e em discussões globais nas áreas de mudanças climáticas, biodiversidade e sustentabilidade. No Brasil, além do Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo e a Universidade Católica de Santos integram a organização.

O Paraná confirmou a adesão ao grupo em 2023, em uma solenidade por videoconferência, para ampliar a rede de contatos internacionais, trocas de experiências sobre políticas públicas exitosas e desenvolver a cooperação entre regiões, além de pactuar formas de desenvolvimento sustentável e de erradicação da pobreza.

ASSEMBLEIA – Com a temática “Regiões capacitadas para moldar um futuro sustentável, justo e resiliente”, a Assembleia-Geral de 2024 da Regions4 vai reunir mais de 80 representantes dos governos integrantes da coalizão para participar de discussões sobre as agendas do clima, da biodiversidade e do desenvolvimento sustentável.

 

 

Foto: Divulgação

Prudentópolis
20º
Tempo limpo
Ponta Grossa
18º
Tempo limpo
Guarapuava
21º
Tempo limpo
Curitiba
10º
Neblina
Londrina
20º
Tempo limpo
União da Vitória
19º
Tempo limpo
  • É com pesar que e a Funerária Anjo Gabriel comunica o falecimento do Sr Lademiro Barabasz aos 83 anos de idade.
  • É com pesar que e a Funerária Anjo Gabriel comunica o falecimento do Sr Antonio Valdivino Ribeiro dos Santos
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  comunica o falecimento da Sra Nadia Martinhuk  Gelinski aos 81 anos de idade.
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Olga Prenechuki Rodovanaki
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Amélia Andre Suchodolak.
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Nair Alves De Oliveira Parolin.
  • Rede estadual: plataformas de apoio à aprendizagem se destacam no 1º semestre
  • Portos do Paraná batem recorde de movimentação no primeiro semestre de 2024
  • Pesquisas da UEPG sobre cavernas integram livro finalista do Prêmio Jabuti Acadêmico
  • Paraná amplia destinos e cardápio de exportações: 2.081 produtos para 215 mercados
  • Paraná é a principal porta de entrada para maior parte do arroz importado pelo Brasil
  • Copel e Simepar desenvolvem sistema de IA para prever desligamentos por temporais