Prefeitura de Guarapuava promove Simpósio Nacional Sobre HIV-AIDS

26 de junho de 2024 às 09:31

PREFEITURA DE GUARAPUAVA PROMOVE II SIMPÓSIO NACIONAL SOBRE HIV-AIDS

25/06/2024

Mesas-redondas, palestras e discussões com profissionais reconhecidos em todo o País, fazem parte do encontro de dois dias. 

 

Visando compartilhar experiências da rede de atenção, na manhã desta terça-feira (25), o Auditório Francisco Contini na Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) foi palco da abertura do II Simpósio Nacional sobre HIV-AIDS.

A iniciativa é realizada pela Prefeitura de Guarapuava, por meio do Serviço de Atendimento Especializado (SAE) da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Ao longo de dois dias, centenas de acadêmicos e profissionais da saúde vão discutir o cuidado com PVHIV (Pessoas Vivendo com HIV) e o tratamento de DST’s (Doenças Sexualmente Transmissíveis).

“É uma satisfação participar do evento com a casa cheia. Este é um tema muito importante. Os cuidados dependem da união de forças. Sem uma rede articulada, nada seria possível.

O paciente precisa ser  acolhido em todas as fases de seu tratamento”,  sublinhou a secretária de Saúde, Chayane Andrade Ceroni.

A AIDS é a doença causada pela infecção do Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV, em inglês). O vírus ataca o sistema imunológico, o responsável por defender o organismo de doenças. Em 2022, foram registrados 10.994 óbitos em todo o Brasil por causa da doença.Ao longo de 10 anos, mais de 52 mil jovens com HIV evoluíram para a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS). Os dados são do Ministério da Saúde.

Guarapuava foi a primeira cidade brasileira a eliminar a transmissão vertical do HIV e da sífilis. Na última década, o trabalho rendeu dois selos de reconhecimento em nível nacional concedidos pelo Ministério da Saúde, provando que o Município está no caminho certo na prevenção e tratamento das doenças.

“Nosso Município tem um potencial gigante. O serviço do SAE é de excelência. Todos nós estamos orgulhosos com as conquistas, projetos de lei e com o trabalho, enfim”, complementou Chayane.

O objetivo da segunda edição do Simpósio Nacional sobre HIV e AIDS é discutir os desafios do compartilhamento do cuidado. O evento pretende ainda, compreender  a rede de atenção ao paciente portador de HIV.

Atitudes assim conforme os organizadores do simpósio, são fundamentais para a melhoria do atendimento dos pacientes, oferecendo um tratamento baseado nas necessidades de saúde e buscando mais proximidade, contato e vínculo para que o cuidado ocorra de forma integral.

“O simpósio é extremamente importante para o nosso crescimento e para a criação de uma linha de cuidados destinada aos nossos pacientes e às pessoas que vivem com HIV.

Temos aqui profissionais de todas as áreas que estudam e entendem as necessidades de cada um. Esperamos que junto dos profissionais de saúde e acadêmicos, consigamos, de uma forma integral, formar, criar, e, quem sabe, até aperfeiçoar o caminho que a gente já tem feito nos cuidados do nosso paciente”, disse a enfermeira do SAE, Ângela Maria de Camargo.

A consultora técnica da Coordenação Geral de Vigilância do Departamento de HIV, AIDS, tuberculose, hepatites virais e infecções sexualmente transmissíveis, da Secretaria de Vigilância em Saúde e Ambiente, do Ministério da Saúde, Maria Clara Gianna, debateu acerca do tema “Compartilhamento do cuidado na rede de atenção à saúde ao paciente HIV/AIDS sob a ótica do programa Brasil Saudável”, e destacou as ações de Guarapuava no tratamento e prevenção das DST’s.

“Eu fico muito orgulhosa quando vejo cidades como Guarapuava se destacando na saúde. Vocês têm todas as condições de fortalecer uma ação ligada entre o SAE e a Atenção Primária à saúde. Parabenizo o Município por essa iniciativa tão importante, que compartilha o cuidado.

O SAE pode trabalhar de uma forma muito mais articulada e, com isso, podemos ter uma resposta muito mais adequada, de prevenção e do cuidado das pessoas vivendo com HIV e AIDS. Nesses dois dias, vamos falar muito sobre isso”, destacou Maria Clara.

O evento visa formar uma “linha de cuidado” às PVHIV e discutir os desafios do compartilhamento do cuidado na rede de atenção aos pacientes.

Na manhã desta terça-feira, o evento contou com a presença da representante da 5ª Regional de Saúde, Rosângela Padiga Pereira, da diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Bruna Tembil Batista e da enfermeira especialista em saúde da família da Secretaria de Estado da Saúde, Mara Carmen Ribeiro Franzoloso.

Na manhã desta terça-feira (25), além da palestra ministrada por Maria Clara Gianna, os acadêmicos e profissionais acompanharam uma apresentação Cultural com a Orquestra de Câmara de Guarapuava e a mesa-redonda “Compartilhamento do cuidado no paciente HIV/AIDS nas três esferas de governo”.

As estudantes de enfermagem Aline Rodrigues e Maria Rita Huchak ressaltaram a importância do evento na formação acadêmica e profissional. “É muito importante trazer essa temática tanto para a população. Estamos aproveitando bastante (o evento)”, contou Aline.

“Além disso, para os profissionais de saúde que já estão formados e estão aqui participando junto com a gente, é muito importante para entender também as questões deles, as dificuldades que enfrentam dentro da saúde de Guarapuava”, complementou Maria Rita.

Confira a programação desta quarta-feira (26 de junho):

9h – Abertura
9h30 – Mesa-redonda 1 (Tema: Direitos da PVHIV na Rede de Atenção e Papel da Gestão na garantia dos direitos da PVHIV na Rede)
10h15 – Intervalo
10h30 – Mesa-redonda 2 (Tema: Compartilhamento do cuidado de PVHIV com múltiplas comorbidades)
12h – Intervalo para almoço
13h – Mesa-redonda 3 (Tema: Apresentação de Trabalhos – Saúde Mental, Melhor em Casa, Atenção Secundária/Pronto Atendimento e Atenção terciária/hospitalar)
15h – Intervalo
15h30 – Mesa-redonda 4 (Tema: Experiências Exitosas projetos novos – Selos/transmissão vertical, Call Center, O aleitamento seguro, O SAE nos Bairros, Protocolo IST e Linha de Cuidado)
16h30 – Encerramento

 

Você pode conferir mais fotos, clicando AQU

Prudentópolis
11º
Tempo nublado
Ponta Grossa
11º
Tempo nublado
Guarapuava
10º
Tempo nublado
Curitiba
11º
Tempo nublado
Londrina
15º
Tempo nublado
União da Vitória
11º
Tempo nublado
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Nair Alves De Oliveira Parolin.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  comunica o falecimento do Sr Jose Olovati aos 78 anos.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  comunica o falecimento da Sra Regina Lusia de Lima Vaz aos 64 anos
  • É com pesar que a funerária Anjo Gabriel e o PAF comunicam o falecimento da Sra Rosa da Costa aos 82 anos de idade
  • É com pesar que a Funerária Anjo Gabriel e o PAF, comunicam o falecimento do Sr. José Acir Zanlorenzi.
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Maria Izabel de Lima
  • PRF apreende cerca de 300 quilos de maconha em Guarapuava
  • Paraná fecha primeiro semestre com saldo positivo de 68 mil empresas
  • Atenção, Prudentópolis! O número do SAMU mudou!!
  • 2ª edição da Corrida e Caminhada da Cooperação é realizado pela Sicredi Centro Sul PR/SC/RJ
  • Paraná tem 2º maior crescimento do País em 12 meses; turismo é destaque
  • Defesa Civil mostra como será teste de alerta climático em duas cidades do Paraná; veja vídeo