Governo confirma R$ 25 milhões para novos espaços de assistência social em 21 cidades

2 de julho de 2024 às 15:17

O Governo do Paraná, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Social e Família (Sedef), confirmou nesta terça-feira (02) o repasse de recursos para a construção de 17 Centros de Referência em Assistência Social (Cras) e quatro Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas) em 21 municípios. Os novos espaços recebem investimento de R$ 25 milhões em recursos do Governo do Estado, por meio da Sedef, e do Conselho Estadual de Assistência Social e têm como objetivo garantir o acesso da população aos serviços socioassistenciais.

Nos Cras são ofertadas ações de prevenção a situações de risco, como a busca de fortalecimento de vínculos familiares e comunitários. Já os Creas oferecem apoio especializado para indivíduos e famílias que vivenciam violações de direitos. Os municípios recebem os recursos e ficam responsável pelas obras de construção.

Para o secretário do Desenvolvimento Social e Família, Rogério Carboni, o fortalecimento da política da assistência social é essencial para a construção de um Estado mais igualitário e promissor. “Precisamos parar de vincular a assistência social com as vulnerabilidades ligadas apenas à renda, à pobreza. Precisamos mostrar que o desenvolvimento das cidades passam pela assistência social . Através dos serviços desta área, como o fortalecimento de vínculos, o acolhimento familiar, proteção e atenção à família, e tantos outros, é que teremos uma sociedade cada vez mais justa, com um futuro ainda melhor”, afirmou.]

Os 17 novos novos equipamentos serão construídos em Reserva, Cambará, Jundiaí do Sul, Mauá da Serra, Grandes Rios, Marilândia do Sul, Altamira do Paraná, Assaí, Itaperuçu, Pitanga, Guaratuba, Doutor Ulysses, Castro, Santa Tereza do Oeste, Porecatu, Primeiro de Maio, Imbituva, Bandeirantes, Leópolis, Santa Amélia e Esperança Nova.

Itaperuçu, na Região Metropolitana de Curitiba, já possui um Cras em construção desde 2023 e com o repasse de recursos passará a contar com um Creas. Para a secretária municipal da Assistência Social, Rubiene Costa, os equipamentos atendem a uma parcela significativa de Itaperuçu. “Atendemos no Cras 6.915 pessoas que estão dentro do CADÚnico e, dessas, mais de mil em situação de extrema vulnerabilidade. Não conseguimos imaginar nosso município sem um Cras, porque essas pessoas não teriam onde ser atendidas”, diz Rubiene. “Agora teremos mais um reforço com o Creas. Poderemos atender pessoas em situações de violação de direitos em um espaço mais acolhedor. O valor que gastamos com o aluguel do espaço que está instalado hoje, poderemos fazer mais atividades”, comemorou.

As 21 cidades foram selecionadas a partir de indicadores sociais e com a prioridade estabelecida pela deliberação 12/2024, do Conselho Estadual de Assistência Social do Paraná (Seas/PR). Foram avaliados critérios como percentual do total da população do município inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), do Governo Federal. Outro fator importante considerado no estudo foi que a classificação se realizou a partir do porte populacional de cada município, sendo este um critério fundamentado no princípio equidade.

NÚMEROS – Com esses 21 novos Cras e Creas, chega a 37 espaços viabilizados em menos de um ano no Paraná. Em 2023, foram anunciadas outras 16 unidades, no valor total de R$ 19,2 milhões, cada com 206 metros cada, dentro do projeto padrão da secretaria estadual das Cidades. Atualmente, o Paraná possui 580 Cras, presentes em todos os 399 municípios, e 195 Creas, em 174 municípios.

O prefeito de Guaratuba, Roberto Justus, destacou que no município, funcionam dois Centros de Referência em Assitência Social, que atendem em média 8 mil pessoas. Para ele, o espaço próprio é fundamental. “Temos uma estrutura adaptada no antigo fórum, que não é nada convidativa, não é acolhedora da forma que precisa. Neste novo espaço, poderemos bem receber as pessoas, transformar a vida delas que tanto precisam”, ressaltou.

Segundo a presidente do Conselho Estadual da Assistência Social, Renata Mareziuzek, a parceria entre o Governo do Estado e o Ceas é fundamental. “Não há como andarmos desunidos, já que nosso principal objetivo é fortalecer a política da assistência social. Unidades como essas, que atendem diretamente a população, são essenciais para as ações exercidas pelos técnicos municipais no dia a dia, afinal, são eles que fazem com que política chegue a quem mais precisa”, finalizou.

PRESENÇAS – Estiveram presentes no evento, os deputados estaduais Artagão de Matos Leão Junior e Luiz Claudio Romanelli, além de prefeitos, prefeitas, secretárias e secretários de assistência social dos 21 municípios.

 

Foto: Divulgação SEDEF-PR

Prudentópolis
12º
Tempo nublado
Ponta Grossa
13º
Tempo nublado
Guarapuava
11º
Tempo nublado
Curitiba
12º
Chuviscos
Londrina
18º
Tempo nublado
União da Vitória
12º
Tempo nublado
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Nair Alves De Oliveira Parolin.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  comunica o falecimento do Sr Jose Olovati aos 78 anos.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  comunica o falecimento da Sra Regina Lusia de Lima Vaz aos 64 anos
  • É com pesar que a funerária Anjo Gabriel e o PAF comunicam o falecimento da Sra Rosa da Costa aos 82 anos de idade
  • É com pesar que a Funerária Anjo Gabriel e o PAF, comunicam o falecimento do Sr. José Acir Zanlorenzi.
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Maria Izabel de Lima
  • PRF apreende cerca de 300 quilos de maconha em Guarapuava
  • Paraná fecha primeiro semestre com saldo positivo de 68 mil empresas
  • Atenção, Prudentópolis! O número do SAMU mudou!!
  • 2ª edição da Corrida e Caminhada da Cooperação é realizado pela Sicredi Centro Sul PR/SC/RJ
  • Paraná tem 2º maior crescimento do País em 12 meses; turismo é destaque
  • Defesa Civil mostra como será teste de alerta climático em duas cidades do Paraná; veja vídeo