PCPR comemora oito anos do Grupamento de Operações Aéreas com 3.172 missões

4 de julho de 2024 às 15:22

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) comemora oito anos de criação do seu Grupamento de Operações Aéreas (GOA) nesta quinta-feira (4). O grupamento realiza voos de policiamento de repressão qualificada.

Durante os últimos oito anos, o grupamento possibilitou que a PCPR expandisse a sua atuação através do reforço aéreo, participando de operações exclusivas e programadas para cumprimento de mandados por todo o Paraná. Desde a criação do grupo, em 4 de julho de 2016, os policiais civis já realizaram 3.172 missões e contabilizaram 4.768 horas voadas. Nesse ano, a equipe aérea da PCPR auxiliou as forças de segurança gaúchas durante as enchentes que assolaram o Rio Grande do Sul.

Dentre os serviços prestados estão apoios às operações da própria instituição e da Polícia Federal, além do transporte de órgãos em conjunto com a Divisão de Transporte Aéreo da Casa Militar.

O delegado Renato Coelho de Jesus, chefe do GOA , conta que o grupamento de operações aéreas tem realizado inúmeros apoios as unidades de execução da polícia judiciária. “Conseguimos através das aeronaves prestar apoio no cumprimento de mandados de busca e apreensão, mandados de prisão, perseguições policiais diversas atividades fins. É um recurso extremamente ágil que possibilita imediato cumprimento de medidas por parte das autoridades policiais, o grupamento de operações aéreas da PCPR vem se expandido a cada dia, proporcionando maior segurança a toda população paranaense”, afirma Coelho.

Em maio deste ano, uma aeronave com quatro policiais foi destinada para auxiliar no efetivo de busca e salvamento, além de contribuir com a distribuição de materiais para as vítimas das chuvas no Rio Grande do Sul.

BASES AÉREAS – Desde a criação do grupamento aéreo da PCPR, a base principal da unidade permanece no Aeroporto do Bacacheri, em Curitiba. Além da estrutura na capital paranaense, a PCPR conta com uma unidade volante em Guaíra, em parceria com a Polícia Federal, onde atua na Operação Protetor das Fronteiras e Divisas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MSJP).

A estrutura tem o objetivo de intensificar o combate ao contrabando e o tráfico de drogas nas fronteiras com o Paraguai e a Argentina. A atividade na fronteira com a aeronave também dificulta a ação de traficantes, evitando que acessem áreas fluviais, além de auxiliar na localização de depósitos de drogas ou organizações criminosas atuando nas regiões.

GOA – O Grupamento de Operações Aéreas iniciou os trabalhos em 2016 com um helicóptero R44. De lá para cá, foram incorporados à PCPR mais um helicóptero do mesmo modelo e um avião Beecheraft modelo Baron B58 e um helicóptero Bell 407. Um helicóptero Eurocopter AS 350 locado também completa a frota.

 

Foto: Fábio Dias/EPR

Prudentópolis
12º
Tempo nublado
Ponta Grossa
13º
Tempo nublado
Guarapuava
11º
Tempo nublado
Curitiba
12º
Tempo nublado
Londrina
18º
Tempo nublado
União da Vitória
12º
Tempo nublado
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Nair Alves De Oliveira Parolin.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  comunica o falecimento do Sr Jose Olovati aos 78 anos.
  • É com pesar que e a Funerária São Josafat  comunica o falecimento da Sra Regina Lusia de Lima Vaz aos 64 anos
  • É com pesar que a funerária Anjo Gabriel e o PAF comunicam o falecimento da Sra Rosa da Costa aos 82 anos de idade
  • É com pesar que a Funerária Anjo Gabriel e o PAF, comunicam o falecimento do Sr. José Acir Zanlorenzi.
  • É com pesar que a Funerária São João e o Plano UNI PAZ, comunicam o falecimento da Sra. Maria Izabel de Lima
  • Refis regularizou quase R$ 1 bilhão em débitos fiscais no Paraná desde abril
  • Paraná avança para ser 1º governo subnacional a adotar créditos de biodiversidade
  • Agências do Trabalhador iniciam a semana com 24,1 mil vagas, maior número do ano
  • PRF apreende cerca de 300 quilos de maconha em Guarapuava
  • Paraná fecha primeiro semestre com saldo positivo de 68 mil empresas
  • Atenção, Prudentópolis! O número do SAMU mudou!!